Menu
SADER_FULL
domingo, 24 de outubro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Sidrolândia e Nioaque têm novas alternativas

27 Jul 2006 - 08h59
As cidades de Sidrolândia e Nioaque ficaram entusiasmadas após a entrega dos materiais para a construção das 30 Unidades Familiares de Produção Agrícola Sustentável (UFPAS), que utiliza como tecnologia o sistema de Produção Agroecológica Integrada Sustentável (Pais), tendo como premissa o manejo orgânico da produção.
A iniciativa é resultado da assinatura de um convênio entre o Sebrae de Mato Grosso do Sul, Fundação Banco do Brasil e as prefeituras de Miranda, Nioaque e Sidrolândia.
Em Sidrolândia, serão trabalhados primeiramente quatro dos onze assentamentos. Segundo o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Nilo Cervo, essas unidades serão de suma importância para a cidade, pois além de “suprir o consumo da família, possibilita que o excedente seja comercializado, gerando renda”.
Já no município de Nioaque, são oito assentamentos e quatro aldeias, que serão analisados e contemplados. De acordo com a prefeita Ilca Corral Mendes Domingos, será uma oportunidade de negócio para que o município possa fortalecer a economia local. “Além disso, o objetivo é diminuir os índices de pobreza, melhorando a nutrição e, conseqüentemente, a qualidade de vida das comunidades”, afirmou.
Para a prefeita, o projeto vai estimular os produtores rurais. “As parcerias são bem-vindas. Juntando as forças conseguimos levar a eles capacitação e oportunidades para que atinjam resultados e consigam fazer diferença na economia do município”.
Segundo a diretora técnica do Sebrae, Rose Ane Vieira, o convênio vai possibilitar a geração de emprego e distribuição de renda nos municípios. “Quanto mais parcerias concretas realizamos, mais investimentos trazemos para o Estado. O Sebrae como agente de desenvolvimento precisa criar oportunidades de negócios para os municípios do interior, para que eles possam fortalecer a economia local”.
Sistema
O consultor da gestão de Agronegócio do Sebrae de Mato Grosso do Sul, Aroldo de Almeida Silva, ressalta que “o sistema cria condições para melhorar a base alimentar das famílias, colabora para a preservação do meio ambiente, gera emprego e renda e ainda favorece a manutenção de cidadãos em suas localidades”.
A UFPAS objetiva a geração de trabalho e distribuição de renda para as famílias de comunidades rurais (associações, assentamentos rurais e cooperativas). Para participar, elas (as famílias) devem estar inseridas em programas de agricultura familiar. Os municípios foram escolhidos seguindo critérios como: número de assentamentos e Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).
O sistema tem baixo custo para implantação e possibilita o cultivo de hortaliças, criação de animais, plantio de grãos, frutas e produção agroflorestal, sem o uso de agrotóxicos, estimulando a produção orgânica. A metodologia utilizada é a irrigação por gotejamento, que evita o desperdício de água e não causa impactos ao meio ambiente.

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro