Menu
SADER_FULL
segunda, 2 de agosto de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Show do Nando Reis terá entrada grátis em Dourados

16 Set 2010 - 13h13Por Fátima News com assessoria

O show de aniversário de 5 anos da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), com o cantor e compositor Nando Reis, terá entrada grátis. O artista vai se apresentar na próxima quinta-feira, dia 23 de setembro, às 20h, no Parque dos Ipês. O evento surge como um ‘presente musical’ à comunidade acadêmica e a todos os douradenses, principalmente aos estudantes do ensino médio da rede pública e privada de ensino.
Os preparativos para a apresentação de Nando Reis em Dourados se iniciaram juntamente com a organização de uma série de atividades voltadas à comunidade acadêmica, como forma de comemoração dos 5 anos de existência da UFGD. Integraram a programação já o lançamento do selo comemorativo e nacional de 5 anos da UFGD; lançamento da segunda edição da revista Premissas e do vídeo institucional da Universidade; a Mostra de Cinema Vídeo Índio Brasil e entrega de obras com a presença do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva.
Ainda neste mês de setembro, a comunidade acadêmica e douradense poderá prestigiar o Celebração, com 5 horas de música, poesia, dança, teatro e outras histórias como forma de celebrar a produção cultural acadêmica. O evento acontece no dia 18 de setembro, sábado, das 17h às 22h, na frente do prédio da Reitoria (Rua João Rosa Góes, 1761).
Também estão na agenda das festividades de setembro, a segunda edição do FONAPRACE – Fórum Nacional de Pró-Reitores de Assuntos Comunitários e Estudantis, que terá a presença do presidente da Andifes; a Feira das Faculdades da UFGD; o II Encontro de Cooperação e Intercâmbio Internacional de Dourados – ECIND e o IV Congresso Transdisciplinar Direito e Cidadania e II Fórum de Segurança Pública.
NANDO REIS
Filho de professora de violão, Nando Reis era fã de Jorge Ben. Com o irmão aprendeu a ouvir rocknroll e com a irmã mais velha a tocar violão. Com o outro irmão, Zeco, que era surdo, aprendeu a respeitar o silêncio e, com a Lulu, a mais nova, excepcional, aprendeu a brincar.
Nando ganhou o primeiro violão da avó. O músico passou por Beatles, Led Zeppelin, Alice Cooper, que imitava aos 11 anos na frente ao espelho vestindo um minhocão (que era uma calça de pijama) com umas botas de cano alto da irmã e tocando uma vassoura piaçava. Teve aulas de harmonia, violão clássico e popular e sempre escreveu muito, fazia “livros”, poesias e gostava de mandar cartas.
Entrou no Colégio Equipe em 1978. Com colegas músicos, criou “Os Camarões”, uma banda inspirada na Banda do Zé Pretinho de Jorge Ben e nos Wailers de Bob Marley, com backing vocais femininos e tudo o mais. Na universidade conheceu Os Titãs, que já começavam a montar o seu primeiro show.
Abandonou o curso de Matemática antes de completar o primeiro ano. Em 82, os Titãs entraram no palco pela primeira vez para apresentar um show inteiramente seu – nosso, no caso. Depois de mandar fitas cassetes para todas as gravadoras com repertório gravado e ensaiado à exaustão assinam um contrato para gravação de um Long-Play com a Warner Music. No começo, Nando era apenas backing vocalista dos Titãs e gravou como cantor pela primeira vez duas versões próprias: “Marvin” (com Sergio Britto) e “Querem meu Sangue”.
Nando se casou em 1985 com a colega de classe conhecida no Equipe e, segundo ele, musa de sua primeira canção, a Vânia, com quem tem quatro filhos: Theodoro, Sophia, Sebastião e Zoé. Separou, passou por Anna, Nani, com quem tem o filho Ismael, e Dri para quem compôs 14 músicas do álbum Drês.
Com Vange Leonel , Marisa Monte, Cássia Eller e Samuel Rosa, suas composição foram gravadas fora dos Titãs e Nando começa a se livrar de tantas dúvidas a respeito de sua capacidade criativa e a acreditar que suas músicas podem ser boas. É convidado a participar como produtor do programa “Gastão Redescobre o Brasil” da MTV. Produz o CD da banda “Nomad”. Cidade Negra estoura com “Onde Você Mora”, dele e de Marisa. É premiado (ele, Marisa e Carlinhos Brown) pela APCA como melhores compositores pelo disco “Cor de Rosa e Carvão” e por aí vai.
Até que em janeiro de 95 entra no estúdio para gravar seu primeiro disco solo. O single “Me Diga” vai muito bem nas rádios. O segundo video-clip “A Fila”, recebe o clip de ouro da MTV na categoria MPB. É premiado, de novo, como melhor compositor pela APCA pelo disco solo. Nando deixou os Titãs no dia 7 de Setembro de 2001. Termina uma história de vinte anos para começar outra etapa de sua vida.
Produziu “Sim e Não”, “Luau MTV”, “MTV ao vivo” e “A Letra A”. Suas músicas emplacam em novelas das 8 da Globo, como“Espatódea” que fez para a filha Zoe entra em “Paraíso Tropical”; “Sou dela” é resgatada para “A Favorita”; e para a novela “Caminho das Índias” grava uma versão de “Eu nasci há dez mil anos atrás” de Raul Seixas e Paulo Coelho.
Um lote de 14 músicas que batiza secretamente de Drês, é o começo do novo disco, que grava em janeiro de 2009 com os Infernais. Com a participação de Ana Cañas canta “Pra você guardei o amor”, lança “Drês” em maio de 2009 – 12 músicas inéditas, todas de sua autoria.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÃOPAINHA
Cachorro toca campainha após ficar trancado fora de casa
SONHO INTERROMPIDO
Ultimo ensaio fotográfico minutos antes de médico sofrer choque e morrer nas vésperas de casamento
OLIMPÍADA
Rebeca é prata e faz história na ginástica olímpica em Tóquio
FENÔMENO DA NATUREZA
Chuva de meteoros será visível na madrugada de quinta para sexta em todo Brasil
A CASA CAIU
Mulheres se unem e surram "valentão" flagrado agredindo ex no meio da rua
CRISE HÍDRICA
Novas fontes preparam MS para a crise hídrica, ressalta governador
ABAIXO DE ZERO
Com -8,6°C, SC registra a menor temperatura do Brasil em 2021, diz Inmet
COVID-19
Em dia de aumento de casos Brasil tem 1.333 óbitos por Covid - 19 nas últimas 24 horas
CONCURSO PÚBLICO
Caixa Econômica convocará 9 mil de concursos e abre mais mil vagas
BRASIL - 550.502 MORTES
Covid-19: país ultrapassa 550 mil mortes e tem 19,7 milhões de casos