Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 19 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Setor industrial abriu 632 novos postos de trabalho em novembro em MS

17 Dez 2009 - 09h25Por Fátima News, com Assessoria

No ano, as indústrias já geraram 6.992 vagas ou 34,1% dos 20.481 empregos formais criados em Mato Grosso do Sul, sendo a maioria oriunda do segmento de alimentos e bebidas

 

 

As indústrias de transformação criaram 632 novos postos de trabalho em Mato Grosso do Sul no mês de novembro, segundo levantamento do Radar Industrial da Fiems com base nos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho e Emprego. A maior parte das vagas de empregos abertas no mês passado é oriunda do segmento de alimentos e bebidas, ou seja, 373, enquanto o de papel e celulose gerou 191 vagas e o têxtil e do vestuário criou 42 novas vagas.

 

 

Com a geração dessas 632 vagas, o levantamento do Radar da Fiems destaca que se trata do melhor resultado para um mês novembro em toda a série histórica, consolidando a indústria de transformação como o principal setor econômico na geração de novos empregos em Mato Grosso do Sul. No acumulado do ano, o segmento industrial foi responsável pela criação de 6.992 vagas ou 34,1% dos 20.481 de empregos formais criados no Estado.

 

 

Em termos absolutos, as indústrias em Mato Grosso do Sul geraram 1.007 vagas a mais em comparação ao segundo colocado, que foi a agropecuária (5.985 novas vagas). Já em relação às demais Unidades da Federação constatou-se que a indústria de transformação no Estado apresenta o 10º maior saldo de empregos criados em 2009, estando à frente de Estados com importante participação na produção industrial nacional como Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Amazonas.

 

 

De acordo o Radar da Fiems, no que diz respeito à variação relativa sobre o estoque de empregos formais existentes no setor, o Estado apresenta a 4ª maior variação (10,01%), avançando três posições em relação ao último levantamento, quando apresentava a 7ª maior expansão entre as Unidades Federativas.

 

 

Geral

 

 

No geral, Mato Grosso do Sul apresentou, no mês de novembro, um saldo líquido de 2.150 postos de trabalho, garantindo, desse modo, uma elevação equivalente a 48,6% sobre o saldo obtido no mês anterior, quando foram abertas 1.447 vagas. Em relação a novembro de 2008 houve uma completa alteração do cenário econômico, pois, naquele momento, as expectativas eram desfavoráveis por conta da crise financeira internacional, o que acabou contribuindo para a redução líquida de 1.689 postos de trabalho em Mato Grosso do Sul.

 

 

No entanto, em 2009, somente nos últimos quatro meses, o Estado registrou a criação de 7.722 novos postos de trabalho. Adicionalmente, novembro deste ano apresentou o melhor resultado já obtido para o mês na série histórica, iniciada em 1996.

 

 

Em termos absolutos, Mato Grosso do Sul apresenta a 14ª maior expansão do emprego formal em 2009, avançando uma posição no ranking em relação ao último levantamento, tendo criado até agora 20.481 novos postos de trabalho. Já em termos relativos, o estado tem a 6ª maior expansão, equivalente a 5,52% sobre o estoque de empregos verificados ao final de 2008.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões
LIÇÕES DA BÍBLIA
Uma rua de mão dupla
LATROCINIO
Dupla invade casa, tranca mulher e crianças em quarto e mata homem degolado