Menu
BANNER IMPRESSORAS
quinta, 11 de agosto de 2022
SADER_FULL
Busca
Brasil

Setor espera mais compromisso dos políticos que defendem o agronegócio

25 Ago 2010 - 14h52Por Assessoria

Faltando pouco menos de 45 dias das eleições, candidatos ainda quase não apresentaram propostas consistentes para o setor rural.

 

Com uma campanha bastante fria, pelo menos quanto às propostas para o agrosetor, praticamente não houve nenhuma manifestação de candidatos a cargos eletivos a favor do setor rural e nem posicionamento das entidades representativas do que esperam dos deputados federais e estaduais para a política setorial nos próximos quatro anos.

Um levantamento feito pela equipe de redação do Jornal Agroin, revela que de modo geral o agronegócio está decepcionado com a atual bancada ruralista. Pecuaristas, agricultores e comerciantes ouvidos disseram que esperavam mais atitude e mais ações dos políticos principalmente na esfera estadual.

Perguntados se poderiam apontar algum projeto de lei que tivesse beneficiado os produtores na atual gestão, a maioria disse não se lembrar de qualquer proposta resultante ou não tinham conhecimento.

Alguns fatos de relevância ocorridos nos últimos anos, e que abalaram a classe, foram lembrados pelos produtores que continuam aguardando posicionamento do poder público a favor do setor produtivo.

É o caso das demarcações e invasões de terras em todo o Estado.  Não houve evolução na questão, à época muito foi falado e nada de concreto foi resolvido. O problema ainda persiste, o fato é que ninguém mais dá atenção para a situação, o que os deixa inseguros de acordo com os depoimentos colhidos.

A abordagem questionou ainda as eleições deste ano, sobre o que esperam da futura bancada ruralista que deve ser criada ano que vem. As palavras comumente usadas para tentar definir a expectativa foram: compromisso e comprometimento.

Para o pecuarista e médico veterinário Lineu Pereira de Oliveira, o setor rural não tem representantes que correspondam aos anseios do segmento. “Com raríssimas exceções poucos defendem os interesses reais da classe. O setor rural é o responsável pelo desenvolvimento do estado, precisamos de representantes legítimos e comprometidos”, afirma.

Comerciantes também foram ouvidos e disseram concordar com as afirmações dos produtores. Recordaram que as crises enfrentadas no campo refletem diretamente na venda de produtos e serviços agropecuários.

Leia Também

NOITE DE TERROR
Moradores relatam medo vivido em confronto com oito mortos
ACIDENTE DE TRABALHO FATAL
Trabalhador morre soterrado ao fazer limpeza em silo de grãos
AGRESSÃO NA ESCOLA
Mulher invade escola e espanca aluna a pauladas
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil ultrapassa o número de 680 mil mortos pela doença
AUXÍLIO BRASIL AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio Brasil de R$ 600 e vale-gás saem hoje para mais um grupo
BRASIL + POBRE
Estudo mostra alta da pobreza em regiões metropolitanas
ESTERILIZAÇÃO
Senado aprova redução da idade mínima para realização de laqueadura
ASSUSTADOR
VÍDEO: Tromba d´água é registrada no Litoral e assusta moradores
TEMPESTADE
Temporal derruba teto de UTI covid em hospital e pacientes são transferidos às pressas
COVID NO BRASIL
Brasil registra 365 mortes e 30,2 mil casos de covid-19 em 24 horas