Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 22 de junho de 2021
Busca
Brasil

Sete de Setembro é derrotado pelo árbitro em Rio Brilhante

11 Fev 2010 - 09h26Por Dourados News
O resultado da partida entre Águia Negra de Rio Brilhante e Sete de Setembro de Dourados poderia ter tido um resultado diferente na noite de ontem, caso a atuação do árbitro João Lupato não tivesse sido tão tendenciosa. A partida terminou com a vitória do Águia Negra por 2 a 1, graças a um pênalti inexistente (ao ver de todos os profissionais de imprensa que trabalharam no jogo – inclusive de Rio Brilhante), e às várias expulsões de jogadores do Sete (4 ao todo) deixando a equipe com 7 atletas em campo aos 18 minutos da segunda etapa.

O jogo começou com o Águia Negra pressionando e o Sete fechado na defesa, mas com saídas rápidas para o ataque. A pesar de ter mais volume de jogo e pose de bola o time de Rio Brilhante não conseguia finalizar com sucesso, e aos 30 minutos após boa troca de passes entre Beto Miranda e Tiaguinho, o Sete teve um pênalti a seu favor depois que o zagueiro Yuri cortou com a mão o chute de Tiaguinho que iria marcar para os douradenses. Na cobrança Beto Miranda marcou. Neste lance o árbitro começaria a sequencia e erros que beneficiariam o time da casa e prejudicaria os visitantes, pois ao colocar a mão na bola que ia em direção ao gol, o defensor do Águia deveria ser expulso, mas só levou o amarelo.

Depois de ter ‘pendurado’ toda defesa do Sete no primeiro tempo, na segunda etapa João Lupato completou sua ‘lambança’. Logo aos 6 minutos expulsou o volante Eduardo pelo segundo cartão amarelo.

Aos 7 minutos após cobrança de escanteio Roberto cabeceou e empatou a partida. Aos 9 minutos o atacante douradense Beto Miranda cometeu falta no meio campo e recebeu o segundo amarelo e também foi expulso. Um minuto depois João Lupato expulsou o zagueiro Yuri do Águia, também pelo segundo amarelo.

Aos 18 minutos o árbitro ratificou sua péssima atuação ao marcar pênalti de Deyvison em Dionei, em um lance que até mesmo a imprensa local classificou como normal, e no lance ainda expulsou o defensor do time de Dourados. Na cobrança o meia Buiu marcou o gol da virada.

Aos 25 minutos, mais uma expulsão no Sete de Setembro. O atacante Tiaguinho derrubou o meia Tatico no meio campo e levou o vermelho direto, deixando o Tricolor Douradense com sete jogadores em campo, três a menos que os donos da casa.

Fechado na defesa, heroicamente os douradenses resistiram sem tomar mais gols, fazendo com que a torcida local vaiasse o Águia Negra apesar da vitória, pois o torcedor não aceitava a falta de competência do time que não conseguiu furar o bloqueio o tricolor.

Terminado o jogo, todos no Sete apenas lamentaram a atuação desleal e parcial de João Lupato que claramente deu a vitória ao Águia Negra, e nesta quinta o grupo já começa a trabalhar para montar o time que no sábado vai enfrentar o Itaporã no Estádio Chavinha às 16 horas.

Os outros resultados da 2ª rodada do Estadual foram os seguintes: Rio Verde 1 x 3 Chapadão, Mundo Novo 2 x 1 Itaporã, Guaicurus 1 x 2 Corumbaense, Aquidauanense 0 x 0 Comercial e MS Saad 3 x 2 Misto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo
VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América