Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 24 de junho de 2021
Busca
Brasil

Servidores podem sacar hoje o 13º salário em Glória de Dourados

15 Dez 2009 - 11h10Por Demerval Nogueira / Fátima News

A Prefeitura de Glória de Dourados sob o comando do prefeito Arceno Athas Júnior (PSB) antecipou o 13º salário dos funcionários públicos municipais. O chefe do departamento de Recursos Humanos, João Gonçalves Moreira esclarece, “apesar de todas as dificuldades encontradas no transcorrer desta temporada, o prefeito Dr. Arceno Athas Júnior tomou medidas econômicas necessárias e condizentes no sentido de trabalhar dentro de um patamar de equilíbrio nas finanças, e faz questão absoluta de priorizar o funcionalismo municipal”, adiantando ainda que, “a intenção do prefeito é liquidar a folha do mês de dezembro ainda esse mês e, consequentemente, com essas liberações de recursos, projeta-se um poder aquisitivo considerável, alem de injetar no mercado consumidor, cifras consideráveis, elevando o poder de compra dos funcionários e gerando um extraordinário aquecimento do comércio local, neste final de temporada”, diagnostica Moreira.

 

 

O 13º salário depositado na agência bancária específica, na última segunda-feira, foi liberado aos servidores do município na terça. Com a liberação do 13º salário, a atual administração municipal completa também a 13ª folha, tendo em vista, a chamada “herança antecessora”, visto que, quando assumiu o comando do município, encontrou a folha salarial correspondente ao mês de dezembro de 2008 em débito com os servidores, pois, foi “esquecida” pela administração passada. Também foram quitadas as férias dos professores da Rede Municipal de Ensino (Reme), correspondente ao exercício anterior, compromissos que também não foram “lembrados” de serem pagos no mandato findo.

 

 

O prefeito destaca a importância de honrar compromissos, principalmente com o funcionalismo público, bem como, os fornecedores. Arceno Athas faz uma “radiografia” das finanças do município e comenta, “apesar da longa instabilidade financeira e dos contratempos provocados especificamente devido às quedas constantes do Fundo de Participações dos Municípios (FPM) e outros repasses constitucionais, que geraram e continuam gerando extremo desconforto aos municípios brasileiros, principalmente os de pequeno porte, ainda assim, com medidas drásticas na contenção de despesas e até mesmo a redução salarial de grande parte dos funcionários, só assim foi possível honrar nossos compromissos no apagar das luzes do nosso primeiro ano no comando municipal”, dimensiona Athas. Quando liquidar a folha do mês de dezembro, sua quitação já está sendo estudada e projetada pelo prefeito e o chefe do departamento de RH, ainda esse mês, momento em que, completará 14 folhas pagas somente na atual administração. Isto representa um novo recorde, para quem vem atravessando um ano de verdadeiros desequilíbrios nos repasses constitucionais.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

assis (2) VEJA VÍDEO
Antes de morrer, vítima gravou áudio relatando que esposa e dois homens teriam realizado crime
CRIME PASSIONAL
Contadora é morta pelo ex-marido, que comete suicídio em seguida
100 PERDÃO
Mulher trai marido, não é perdoada e coloca fogo no próprio corpo como forma de se punir
TRAGÉDIA NO CAMPO
Pulverizador passa por cima da cabeça de agrônoma em fazenda
COPA AMÉRICA
Brasil leva gol antológico, mas vira sobre a Colômbia e se classifica em 1º lugar
APOSTAS NO BRASIL
É legal apostar em esportes no Brasil?
CRIME BRUTAL
Mulher é encontrada morta com rosas, uma aliança nas mãos e frase cruel escrita na testa
TRAGEDIA
Casal é encontrado morto no banheiro com o chuveiro ligado
VEJA VÍDEO
Servidora não deixa lençol sujar com sangue de bandido e viraliza na internet
LUTO NA TV
Apresentador do Balanço Geral morre vítima da covid