Menu
SADER_FULL
quinta, 6 de maio de 2021
Busca
Brasil

Servidores do Inmetro cruzam os braços por 24h no Estado

12 Jul 2004 - 09h43

Os 44 servidores públicos do Inmetro em Mato Grosso do Sul iniciaram agora há pouco uma paralisação por 24 horas, denominada "Operação Dois Pesos e Uma Medida", para protestar contra a falta de reajuste salarial há oito anos.

Conforme o presidente do Sindinmetro (Sindicato dos Servidores do Inmetro de Mato Grosso do Sul), José Luiz de Oliveira, a categoria reivindica reajuste de 60% para agente metrológico e de 66% para os auxiliares metrológicos, o que elevaria os salários para R$ 1,2 mil e R$ 1 mil, respectivamente.

Hoje os servidores das regionais de Campo Grande e Dourados não vão trabalhar, retomando as atividades amanhã. Com a paralisação de hoje, o Inmetro vai deixar de fazer a fiscalização de bombas de combustíveis, balanças, da qualidade de alguns produtos, de caminhões-tanque, táxis e dos pesos e medidas de várias mercadorias comercializadas por supermercados e demais estabelecimentos em Campo Grande.

No entanto, Oliveira alerta que, caso o governo do Estado não abra um canal de negociações com a categoria no decorrer da semana, a partir da próxima segunda-feira terá início uma “operação tartaruga” e, na eventualidade de o governo não se sensibilizar com o protesto, a categoria poderá cruzar os braços por tempo indeterminado, ficando em vigília na sede do Inmetro, uma espécie de "aquartelamento".

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo
VIOLAÇÃO
Vereador abre caixão para provar que idoso não morreu de covid; assista