Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 18 de junho de 2021
Busca
PARALISAÇÃO

Servidores da Justiça Federal entram em greve hoje em MS

26 Nov 2009 - 06h59Por Diário MS
Servidores dos principais órgãos do judiciário federal prometem entrar em greve hoje em todo o país. Em Mato Grosso do Sul, segundo informações do Sindjuf/MS (Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal e Ministério Público da União de Mato Grosso do Sul), a paralisação deve atingir os três maiores órgãos do judiciário federal – Justiça Federal, Justiça do Trabalho e Justiça Eleitoral.
No total, são aproximadamente 1.500 servidores em MS, mas ainda não há confirmação da paralisação em todos os municípios. Em Dourados, por exemplo, a greve ficará restrita à Justiça Federal – que, inclusive, já está paralisada desde o dia 18 deste mês. A greve, restrita à 1ª Vara, atinge hoje também a 2ª vara. Em Dourados, são 50 servidores na Justiça Federal.
Segundo o Sindjuf, a mobilização dos servidores deverá se concentrar, principalmente, nas cidades de Campo Grande, Dourados e Naviraí. O coordenador geral do Sindjuf/MS, Ricardo Reis Rocha, disse ontem ao Diário MS que a participação na mobilização nacional foi decidida em assembléia estadual, mas depende da decisão individual de cada comarca.
Segundo ele, durante a greve será mantido o efetivo mínimo de 30% para cumprimento de serviços essenciais. No entanto, segundo o servidor, alguns serviços certamente serão prejudicados, como a realização de audiências, que devem ser remarcadas. “Os Tribunais também devem baixar portarias estabelecendo suspensão de prazos em decorrência da greve”, explicou.
Segundo ele, a greve aprovada para MS é por tempo indeterminado. Em Dourados, a paralisação deverá atingir somente a Justiça Federal, que já decretou greve na 1ª Vara, Central de Mandados e distribuição desde o dia 18 de novembro. A partir de hoje, a greve chega também à 2ª Vara.

REIVINDICAÇÕES

A greve deflagrada a partir de hoje tem como objetivo pressionar o STF (Supremo Tribunal Federal) a encaminhar ao Senado uma proposta de reajuste salarial ‘parada’ há pelo menos um ano.
A principal proposta apresentada no anteprojeto é a equiparação dos salários de cargos análogos nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Hoje, segundo o coordenador, existe uma discrepância no salário pago a cargos idênticos, em esferas diferentes do poder. “Existem atribuições da mesma complexidade com salários diferentes. Queremos acabar com esta defasagem salarial”, complementa Ricardo Rocha, que é servidor do TRE (Tribunal Regional Eleitoral).
Em Campo Grande, a mobilização terá caráter solidário. Amanhã, os servidores prometem se concentrar em frente ao prédio da Justiça Federal, no Parque dos Poderes, onde haverá manifestação ‘solidária’. Eles não vão trabalhar, mas farão doação de sangue e arrecadação de alimentos e brinquedos para campanha de Natal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado