Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 26 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Servidor do TJ-MS é demitido "a bem do serviço público"

22 Jun 2010 - 17h14Por Mídia Max

O servidor do TJ-MS (Tribunal de Justiça) de Mato Grosso do Sul, Alex Armoa Teixeira, 33, foi punido pelo mais severo rigor trabalhista: demitido a bem do serviço público. A punição será publicada nesta quarta-feira no Diário da Justiça. Armoa, que ocupava cargo importante já havia sido afastado por envolvimento num esquema que teria desviado algo torno de meio milhão de reais dos cofres da corte.

Investigação conduzida pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) revelou que Armoa desviava parte do dinheiro que deveria quitar os salários de conciliadores e juízes leigos. A trama, segundo a apuração durou de 2002 a 2007. O servidor envolveu no esquema a mãe, o pai e um cunhado, indiciados por formação de quadrilha e peculato.

Para desviar o recurso, o servidor demitido criava nomes de juízes e conciliadores que nunca atuaram no Poder Judiciário. Em outubro passado, o Gaeco pediu a prisão do servidor, mas a TJ-MS negou. A quebra de sigilo bancário do acusado ajudou a desmontar a quadrilha. A demissão a bem do serviço público só é posta em prática quando o serviço investigado recorre e, ainda assim, é tido como culpado por determinado crime. O processo contra o servidor corre em sigilo judicial.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Marido mata mulher a facadas dentro de casa durante almoço de domingo
CAPOTAMENTO
Carro capota várias vezes ao fazer curva na MT-412 e mata fotógrafo
BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários