Menu
SADER_FULL
sexta, 25 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Serra recebe apoio de líderes do PV

19 Out 2010 - 11h30Por Agência Estado

São Paulo - De suéter verde, cor do PV, o candidato do PSDB à sucessão presidencial, José Serra, recebeu no começo da tarde de ontem o apoio do deputado federal Fernando Gabeira (PV-RJ) e do ex-candidato do PV a governador de São Paulo, Fabio Feldmann. O evento, promovido na capital paulista, contou com a participação de lideranças do PV e do PSDB, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o governador de São Paulo, Alberto Goldman. Serra agradeceu o apoio individual dos verdes - já que o partido declarou-se oficialmente neutro neste segundo turno - e destacou que tem uma "convicção de economista" de que a maneira mais inteligente para desenvolver uma economia é de um forma sustentável, como reivindica a principal bandeira do PV. Em discurso de 25 minutos, o candidato do PSDB defendeu medidas de desenvolvimento sustentável, o aumento da matriz energética limpa brasileira e o financiamento da economia verde, como a concessão de financiamento a equipamentos que poupem energia. O tucano criticou o que chamou de um "círculo vicioso" que, segundo ele, ocorre no atual governo em relação a projetos da área energética, como o da construção da hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu. De acordo com o candidato, a concessão da usina se transformou em "um verdadeiro atropelo". "No final, se atropela e acaba-se embarcando num processo caríssimo, cujas consequências não temos muita ideia do que sejam", afirmou. O candidato defendeu que o projeto de Belo Monte seja refeito. Serra avaliou ainda que o sistema de hidrovias no Brasil foi abandonado pelo atual governo Segundo ele, há no País um potencial imenso de desenvolvimento da economia sustentável. "Se pegar um quarto do dinheiro de Belo Monte, dá para avançar em toda essa área". Um dos primeiros a discursar no evento, em um palco improvisado no antigo comitê de campanha de Feldmann, Gabeira relembrou seu apoio à candidatura de Serra no primeiro turno e considerou que o discurso do tucano o fascina em uma eleição "tão raivosa". "Um governo de unidade nacional é uma coisa que soa para mim como um elixir", elogiou. Gabeira pediu a Serra que, se eleito, tenha uma ótima relação com o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB). "A população do Rio precisa disso", afirmou. Feldmann, que é ex-tucano, comparou sua situação atual à da ex-candidata do PV à sucessão presidencial, Marina Silva. "Eu estou para o PSDB como Marina está para o PT", comparou, relembrando que Marina foi uma das fundadoras do PT e permaneceu no partido por 30 anos. Ele elogiou Serra como um homem obstinado e criticou a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff. "A adversária de José Serra tem muita dificuldade em entender o que é desenvolvimento sustentável". O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso destacou que a discussão da mudança climática tem de ser uma realidade no Brasil e aumentou o tom das críticas à candidata do PT. "A visão do crescimento a qualquer preço quem encarna é a Dilma. É a ideia de fazer crescer, crescer e crescer. O Brasil vai crescer, mas a questão é outra". Afinado com o discurso do PV, FHC posicionou-se contra a mudança do Código Florestal e a construção de novas usinas nucleares no País. "Não podemos admitir que se mude o Código Florestal", pregou

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso