Menu
SADER_FULL
segunda, 19 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Senai de Dourados lança o 1º Concurso de Maquetes Industriais

10 Jun 2010 - 09h28Por Fátima News com Assessoria

O Cetec Senai Dourados lançou, na semana passada, o 1º Concurso de Maquetes Industriais para complementar a aprendizagem dos alunos da entidade no município. A cerimônia de lançamento foi realizada no auditório da unidade e contou com a presença de todos os alunos dos cursos técnicos e professores.

A coordenadora pedagógica da Cetec Senai Dourados, Flavia Dias, explicou aos alunos e professores a importância da atividade para complementar a formação. Já o organizador e a coordenadora do concurso, Marcos Dias e Daniely Sotolani, respectivamente, detalharam os objetivos e a metodologia da iniciativa.

Ainda na cerimônia de lançamento, os alunos do curso técnico em açúcar e álcool apresentaram as maquetes desenvolvidas por eles e aproveitaram para fazer um depoimento sobre o processo de construção das maquetes. A premiação do concurso vai ser durante o 4º Workshop de Automação e Tecnologia, que será realizado em Dourados de 20 a 25 de setembro.

O 1º Concurso de Maquetes Industriais é aberto para todos os alunos matriculados regularmente no Cetec Senai Dourados e as maquetes serão avaliadas por júri popular e júri técnico composto pelos profissionais do Senai. As três melhores maquetes nas categorias aprendizagem industrial e habilitação técnica serão premiadas.

Segunda a professora Daniely Sotolani, coordenadora do concurso, o desenvolvimento de atividades práticas em sala de aula coloca o aluno em contato com a realidade, pois somente com o ensino teórico fica difícil visualizar o processo industrial. “A aula prática torna mais dinâmico o processo de ensino-aprendizagem, permitindo uma visualização tangível do processo industrial e a relação professor-aluno fica mais próxima, além de aumentar a motivação dos alunos”, disse.

A aluna Priscila de Paula, que faz o curso técnico em açúcar e álcool do Cetec Senai Dourados e confeccionou uma maquete industrial para o dia do lançamento do concurso, ressalta que a elaboração do trabalho contribuiu para o seu aprendizado, “Ao fazer a maquete, trouxe para dentro da sala de aula o cenário industrial, tornando dessa forma mais prático e dinâmico o método adotado pela professora”, declarou.

Ela reforça que com isso a professora trabalhou com os alunos os três canais sensoriais: o auditivo, que é a busca e a troca de informações para elaboração do projeto; o cinestésico, que é justamente o trabalho em equipe e principalmente; e o visual, que enriqueceu a prática em sala de aula.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL - 153.905 MORTES
Brasil registra 10,9 mil novos casos de covid-19 em 24 horas
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa paga hoje auxílio emergencial de R$ 300 a 1,6 milhão do Bolsa Família
BRASILEIRÃO
Com possível 'adeus' de Soteldo, Santos vence o Coritiba fora de casa
HORÁRIO DE VERÃO
HORÁRIO DE VERÃO: Brasil não terá horário de verão pelo segundo ano consecutivo
GOVERNO NA CONTRA-MÃO
Bolsonaro: Vacina contra a covid-19 não será obrigatória
BRASIL -152.460 MORTES
Covid-19: Brasil tem 713 óbitos e 28.523 novos casos em 24h
INSS - BLOQUEIO
INSS prorroga interrupção de bloqueio de benefícios
TRAGÉDIA
Bebê de 1 ano morre após ser mordido por cachorro Chow-chow
Coronel Fernanda diz que sobreviveu por obra de Deus SUSTO
Avião com candidata ao senado cai no interior de MT; veja vídeo
FAMOSIDADES
'Não tive outra escolha', diz Suita sobre separação de Gusttavo Lima