Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 18 de abril de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Senadores de MS lamentam morte de prefeito de Naviraí

24 Ago 2004 - 17h21
Os senadores sul-mato-grossenses Delcídio do Amaral (PT), Ramez Tebet (PMDB) e Juvêncio da Fonseca (PDT) lamentaram nesta tarde a morte do prefeito de Naviraí, Euclides Fabris. Ele faleceu no final da manhã no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internado desde a semana passada para tratamento contra o câncer.
Delcídio disse que Estado perdeu um de seus maiores líderes empresariais e políticos. “Toda vez que eu visitava Naviraí e quando o Euclides vinha a Campo Grande ou Brasília, conversávamos muito sobre política e as ações que julgávamos fundamentais para promover o crescimento de Mato Grosso do Sul e do Brasil. Sempre o considerei como um irmão mais velho, com quem a gente se aconselha no momento de tomar uma decisão importante. A experiência que ele tinha como empresário e administrador público é fantástica e ajudou a transformar Naviraí em um dos maiores pólos de desenvolvimento do estado”, afirmou o senador petista.
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições