Menu
SADER_FULL
sexta, 23 de abril de 2021
Busca
Brasil

Senado vota Lei de Falências na próxima terça-feira

2 Jul 2004 - 18h00
 

O Senado começará a semana de esforço concentrado, antes do recesso de meio de ano, votando na terça-feira (6) as emendas apresentadas à nova Lei de Falências e iniciando a votação da reforma do Judiciário. Também na terça, deputados e senadores se reúnem na Comissão Mista de Orçamentos (CMO) para apreciar o relatório do senador Garibaldi Alves (PMDB-RN) à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2005.

O Congresso só pode começar o recesso de julho depois devotar a LDO. Nesta segunda-feira (5), em que a sessão do Plenário será não deliberativa, líderes partidários se reunirão à tarde, no Senado, com o ministro Aldo Rebelo, da Coordenação Política, para decidir que outros projetos os senadores podem votar nesta semana de prorrogação dos trabalhos do Congresso.

O líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), afirmou que existe acordo e deverão ser votadas, com certeza, a nova Lei de Falências, a reforma do Judiciário e a LDO. O governo gostaria de que também fosse apreciada pelo Plenário a Lei de Biossegurança, mas a tramitação do projeto está atrasada e dificilmente o assunto entrará na pauta do Plenário deste semestre.

A Lei de Biossegurança, que trata entre outras coisas de clonagem e de transgênicos, é polêmica e alguns senadores querem discutir a matéria com mais calma em pelo menos duas comissões. Também há dificuldades para se votar em Plenário, nesta semana, o projeto que institui as Parcerias Público-Privadas (PPP). O governo ainda não conseguiu fechar com as oposições acordos sobre todos os pontos da Lei de Biossegurança e da PPP.

Os senadores deverão ainda apreciar nesta semana indicações de nomes feitas pelo presidente da República de pessoas que vão ocupar cargos em tribunais e em áreas estratégicas do governo. A idéia das lideranças governistas é terminar todas as votações até quinta-feira (8), inclusive com uma sessão do Congresso para a aprovação final da LDO. Com isso, deputados e senadores iniciarão seu período de recesso, voltando a Brasília na primeira semana de agosto.


Agência Senado

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA EM CACHOEIRA
Mãe e filha morrem vítima de tromba d'gua em cachoeira; cunhado também morreu
ASSÉDIO À MENOR
Pastor é investigado após ser filmado beijando e oferecendo dinheiro a adolescente de 14 anos
UTRAPASSAGEM FATAL
Tio e sobrinho morrem "esmagados" por caminhão em rodovia
FATALIDADE
Bebê morre eletrocutado após morder fio de carregador de celular
AJUDA DO GPS
Após ficar 30h desaparecida, médica é encontrada em ribanceira com ajuda de GPS de celular
REVOLTANTE
A intérprete que descobriu na aula de Libras que pastor abusava de adolescente
BRASIL - 381.687 MORTES
Brasil passa de 380 mil mortes por Covid; mais de 3 mil delas foram registradas nas últimas 24 horas
BRUTALIDADE
Adolescente queimado por negar sexo com homens morre em hospital
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19