Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 20 de abril de 2021
Busca
Brasil

Seminário vai debater soluções para pirataria

16 Ago 2004 - 16h52
O XXIV Seminário Nacional da Propriedade Intelectual vai discutir em Brasília, de hoje à noite até a próxima quarta-feira, os problemas e soluções para o setor. O vice-presidente da CPI da Pirataria, deputado Júlio Lopes (PP-RJ), deverá relatar os trabalhos da Comissão no evento, que também terá a participação do deputado Zaratinni (PT-SP).
A CPI, que foi concluída na semana passada, apresentou um longo relatório que prevê, entre outras iniciativas, a criação do Conselho Nacional de Defesa da Propriedade Intelectual. O órgão deverá coordenar todas as medidas de combate à falsificação de produtos no País.

Responsabilidade social
O seminário é promovido pela Associação Brasileira da Propriedade Intelectual (ABPI) e contará com a presença de 53 especialistas brasileiros e estrangeiros que discutirão, em nove painéis e duas plenárias, assuntos relacionados ao tema central do seminário: "Propriedade Intelectual: crescimento econômico com responsabilidade social".
A abertura está prevista para as 19 horas, no hotel Blue Tree.
 
Agência Câmara

Deixe seu Comentário

Leia Também

VITIMA DA COVID 19
Vídeo: enfermeiro que receitava cloroquina se passando por médico morre de Covid-19
OS AMORES DO REI
Roberto Carlos teve três casamentos, paixões secretas e perdas em seus 80 anos
JUVENTUDE EM ALERTA
Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas
ATAQUE CANINO
Pit bull mata criança de 2 anos e deixa o irmão dela ferido
VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas