Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Sem-terra ocupam fazenda no município de Angélica

18 Out 2006 - 09h27
 

Trabalhadores rurais sem-terra ligados aos movimentos MST (Movimento Sem Terra) e a FAF (Federação da Agricultura Familiar) ocuparam ontem por volta das 22 horas a Fazenda Macaco, localizada no município de Angélica distante de Dourados 140 quilômetros.

Segundo um dos líderes do MST, Hélio Quintino, cerca de 500 famílias estão ocupando uma área de 2.218 hectares. Os trabalhadores reivindicam a compra da área pelo Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) que está em tramite desde 1998.

De acordo com eles, o Incra ofereceu aos proprietários da fazenda, R$ 12.700 por hectare, mas até agora as negociações não foram concluídas.

Durante entrevista ao Dourados News, Hélio disse que as cerca de 1500 pessoas que ocupam a área estão dispostas a se preciso for plantar na área para consumo.

Os trabalhadores rurais sem-terra estão instalados em barracas de lona e pretendem permanecer na área até que as negociações sejam concluídas.

 

Dourados News

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro