Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 17 de maio de 2021
Busca
Brasil

Sem dinheiro, obras são interrompidas em Dourados

19 Out 2010 - 15h58Por Dourados Agora

Sem previsão de pagamento ou falta de licitação, empreiteiras começam a paralisar os serviços. Nos bairros da cidade, os trabalhos de tapa-buraco, por exemplo, estão cancelados há cerca de duas semanas. Obras na periferia foram suspensas, assim como os serviços de limpeza de terrenos. De acordo com o secretário de Serviços Urbanos, o engenheiro civil Tahan Sales Mustafa, o problema já atinge os estoques da pasta. Faltam tintas e demais insumos para manutenção das vias públicas da cidade. Pinturas de quebra-molas, faixas e meio-fio não estão sendo feitos por falta de material.

Em recente vistoria pela cidade, o engenheiro constatou que há muitos terrenos para limpar. O serviço também está parado provisóriamente. Segundo ele, sem nenhuma empresa para realizar a ‘faxina’, a prefeitura teria que deslocar quatro caminhões para cumprir as manutenções, o que seria impossível no momento, já que os veículos são utilizados para outras funções de urgência. Segundo ele, a previsão é de que nos próximos dias o problema da pasta seja resolvido com a organização do setor. O secretário de Obras, Antônio Nogueira, também enfrenta problemas na Pasta. Licitações anuladas ou contratos vencidos emperram obras em todos os bairros da cidade.

O tapa-buraco, segundo ele, é o mais grave. Os serviços só poderão começar depois da abertura de licitação. O processo de escolha da empresa vencedora poderá durar entre 30 e 40 dias. Devido as "crateras", causadas pelas chuvas em várias partes da cidade, o secretário disse que vai tentar iniciar os trabalhos como forma de emergência. A ação vai depender de um parecer jurídico da prefeitura.

Segundo ele, além da licitação, obras foram paradas por falta de documentação em projetos junto aos ministérios e por esta razão a liberação de verbas não foi feita. "Quanto a isto encaminhamos uma emissário a Brasília para fazer um levantamento e tentar desbloquear os recursos", garante.

Apesar dos entraves e do que considerou como "sofrimento da população", ele assegura que em breve todos os problemas serão solucionados. Na última semana o secretário de finanças da prefeitura de Dourados alertou que o caixa zero, encontrado na prefeitura vem travando a administração. Isto se reflete em todas as pastas que já enfrentam arrocho nas despezas. A ordem é comprar e gastar o mínimo possível para manter os serviços.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Divulgação/Instagram LUTO NA MÚSICA
MC Kevin morre aos 23 anos no Rio de Janeiro
SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe