Menu
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
domingo, 18 de abril de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Seleção feminina vence e mantém o vôlei 100% em Atenas

16 Ago 2004 - 07h23
Com o time formado na maior parte por reservas, a seleção brasileira feminina de vôlei venceu na madrugada desta segunda-feira o Quênia por 3 sets a 0 e chegou a seu segundo triunfo seguido nos Jogos Olímpicos de Atenas-04. As parciais foram de 25/16, 29/27 e 25/12.

O triunfo foi o sétimo do Brasil no vôlei nesta Olimpíada, contando quadra e praia. Além da seleção feminina, o time masculino estreou com vitória diante da Austrália (3 a 1) e as quatro duplas de praia --duas masculinas e duas femininas-- venceram suas primeiras partidas na capital grega.

Nesta segunda, contra um adversário fraco, o time brasileiro, favorito a uma medalha na Grécia, só teve dificuldades no segundo set. Das titulares, Érika e a líbero Arlene jogaram boa parte da partida, e Valeskinha atuou no primeiro set.

De acordo com o técnico José roberto Guimarães, o fato de colocar as reservas em quadra é importante para dar ritmo ao grupo. Na estréia, as titulares venceram o Japão por 3 sets a 0. Com os resultados, a equipe soma quatro pontos e lidera o Grupo A, que tem também Grécia, Itália e Coréia do Sul.

O próximo jogo do Brasil será contra a Itália, na quarta-feira, dia 18.

100 %

Dos 19 sets disputados entre todas as competições do vôlei em Atenas, o Brasil venceu nada menos do que 17 até o momento.

Com isso, os brasileiros confirmaram o favoritismo que desfrutam na modalidade, tanto nas quadras como na praia.

A seleção masculina domina a modalidade há três anos, período em que venceram o Campeonato Mundial, a Copa do Mundo e três Ligas Mundiais.

No feminino, o time superou um período de turbulência nas mãos do ex-técnico Marco Aurélio Motta e voltou a vencer o Grand Prix, principal competição anual da modalidade, no início deste mês.

Na praia, o país conta com as duplas que venceram no ano passado os Circuitos Mundiais masculino (Emanuel e Ricardo) e feminino (Adriana Behar e Shelda)

No domingo, Márcio e Benjamin, segunda dupla do Brasil no masculino, não tiveram problemas para passar pelos franceses Stephane Canet e Mathieu Hamel por 2 sets a 0, com parciais de 21/13 e 21/14. Ricardo e Emanuel fizeram o último jogo da noite e precisaram de três sets para bater os noruegueses Bjorn Maaseide e Iver Horrem por 2 sets a 1 (21/15, 19/21 e 15/10).

O Brasil entrou na disputa feminina com a estreante Ana Paula e Sandra Pires (ouro em Atlanta-96 e bronze em Sydney-2000), que venceram as norueguesas Nila Hakedal e Ingrid Torlen por 2 sets a 0 (21/18 e 21/19). As vice-campeãs olímpicas Adriana Behar e Shelda não tiveram dificuldades contra as sul-africanas Leigh-Ann Naidoo/Julia Willand: venceram por 2 sets a 0, com 21/7 e 21/10.
 
FolhaOnline

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições