Menu
BANNER IMPRESSORAS
domingo, 14 de agosto de 2022
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Secretário admite dificuldade em combater crack no Brasil

7 Jul 2010 - 05h11Por R7

 

O secretário Nacional de Políticas sobre Drogas do gabinete de Segurança Institucional, general Paulo Roberto Uchoa, disse nesta terça-feira (6), durante Seminário Internacional sobre Políticas de Drogas, que ninguém conhece o remédio certo para combater o crack.

- Por isso não podemos dizer que o governo está usando o remédio errado.

Ele argumentou que a política sobre drogas foi uma das poucas do governo Fernando Henrique Cardoso mantida pelo governo Lula. Ele disse que ações e programas de combate prevenção desenvolvidos desde então são positivos. O que deve ser reavaliado, segundo o secretário, é a falta de descentralização das ações.

Uchoa concordou que faltam pesquisas sobre os usuários brasileiros dessa droga, além de mais leitos e maior eficiência no combate ao tráfico.

O seminário acontece desde segunda-feira (5) e foi organizado pela Comissão de Seguridade Social e Família a pedido dos deputados Germano Bonow (DEM-RS) e Vieira da Cunha (PDT-RS). O evento prossegue no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Motociclista de 27 anos bate na traseira de trator e morre em vicinal
TRAGEDIA NA RODOVIA
Sete pessoas morrem e três ficam feridas em acidente entre caminhão e van
AUXILIO POPULAÇÃO
Governo libera empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil
TRAGÉDIA
Carro explode durante abastecimento e amputa pernas de frentista
NOITE DE TERROR
Moradores relatam medo vivido em confronto com oito mortos
ACIDENTE DE TRABALHO FATAL
Trabalhador morre soterrado ao fazer limpeza em silo de grãos
AGRESSÃO NA ESCOLA
Mulher invade escola e espanca aluna a pauladas
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil ultrapassa o número de 680 mil mortos pela doença
AUXÍLIO BRASIL AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio Brasil de R$ 600 e vale-gás saem hoje para mais um grupo
BRASIL + POBRE
Estudo mostra alta da pobreza em regiões metropolitanas