Menu
SADER_FULL
quarta, 19 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

“Se Dourados quiser, Murilo será senador comigo”, diz André Puccinelli

15 Fev 2010 - 07h02Por Diário MS
O governador André Puccinelli (PMDB) está reservando uma das vagas ao Senado Federal em sua chapa de campanha para Dourados. No final da manhã de sexta-feira, quando se preparava para deixar a cidade, ele foi taxativo em uma afirmação feita apenas para o Diário MS: “Se Dourados quiser, Murilo será senador comigo”.
O vice-governador Murilo Zauith (DEM), que é de Dourados, tem expressado vontade em disputar uma cadeira no Senado na eleição de outubro deste ano. Seu partido integra o BDR (Bloco Democrático Reformista), junto com PPS e PSDB.
Os três partidos têm como certo seu apoio ao candidato do PSDB à Presidência da República. Provavelmente, o governador de São Paulo, José Serra.
PSDB, PPS e DEM não definiram, ainda, sua participação na sucessão estadual. Estão à espera de uma definição de André Puccinelli, que tentará o segundo mandato. O governador de Mato Grosso do Sul é cortejado pelo PT, partido que deverá ter candidato próprio, o ex-governador Zeca.
Na visita a Dourados, Puccinelli ressaltou que o momento é de “união” entre todos os partidos que, segundo ele, devem caminhar juntos em prol da população. O enfrentamento, esclareceu, deve ocorrer apenas no período de campanha.
Durante discurso no lançamento da ampliação e recapeamento da estrada que liga Dourados e Ponta Porã, alfinetou Zeca do PT, dizendo que “tem gente com ciúmes” da atenção que o presidente Lula e a ministra Dilma Roussef (pré-candidata do PT à Presidência) destinam a Mato Grosso do Sul. Diferentemente de outras ocasiões, desta vez Puccinelli não se referiu à ministra petista como “fada madrinha”.
No mesmo discurso, enquanto discorria elogias ao ex-governador Marcelo Miranda (superintendente estadual do Dnit), o indagou a respeito do término das obras na BR-267 (entre Nova Alvorada do Sul e Bataguassu – na divisa com São Paulo). Miranda respondeu que as obras serão concluídas em 2010. Ao que Puccinelli emendou: “Ótimo, vamos entregá-las juntos”.
Assessores próximos ao governador dizem, mas não confirmam, que ele aguarda a definição de José Serra para a disputa presidencial para só então anunciar a formação de sua chapa. Como vice, Puccinelli deverá ter a prefeita de Três Lagoas, Simone Tebet (PMDB). Das duas vagas ao Senado, uma ficará para o PMDB, que está escolhendo em prévias entre o deputado federal Waldemir Moka e o senador Valter Pereira. A segunda vaga é a que ele pretende destinar a Dourados, através de seu vice Murilo Zauith.

Leia Também

OMICRON
Brasil dobra contágio nas 24h e registra 74,1 mil novos casos de covid-19 e 121 mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Carne e Sangue como nós
ABUSO SEXUAL
Meninas escutam mãe contando de abuso sexual e fazem relato chocante sobre tio-avô
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Jovem morre após ser atingido por avião agrícola pilotado pelo pai
TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 175 novos óbitos, totalizando 620.971
TRAGÉDIA
Deslizamento de terra destroi casarão histórico em Ouro Preto MG
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai, mãe e três filhas morrem em capotamento de caminhão
BIG BROTHER
Saiba quem foram os ex-BBBs que já morreram; 3 estiveram no BBB9