Menu
SADER_FULL
domingo, 20 de junho de 2021
Busca
Brasil

Saúde de Dourados quer zerar a fila de espera para realização de exame

5 Jan 2010 - 17h31Por Assecom

O município vai investir R$ 2 milhões na compra de exames para diagnósticos das especialidades mais procuradas como ecocardiograma, ultrassonografia, tomografia e ressonância

A Secretaria Municipal de Saúde vai concluir este mês, o processo licitatório para compra de exames complementares de diagnósticos de terapia ambulatorial com objetivo de zerar a fila de espera. Os serviços deverão ser prestados ao Sistema Único de Saúde (SUS) por clínicas particulares do município com preços estabelecidos pela tabela municipal e do próprio SUS.

Para isso, a Prefeitura prevê investir algo em torno de R$ 2 milhões na compra de cerca de 100 exames diferentes como ecocardiograma, ultrassonografia, tomografia e ressonância, que são as especialidades mais procuradas. Segundo o secretário de Saúde, Mário Eduardo Rocha, a meta é reduzir a fila de pacientes que aguardam por exames, que é um problema que se arrasta há vários anos.

Por determinação do prefeito Ari Artuzi, foi instituída uma comissão para trabalhar exclusivamente no levantamento de pessoas que estão na fila de espera por exames. Com o relatório pronto e a aprovação da tabela municipal diferenciada, o município vai adquirir esses exames através do credenciamento de prestadores de serviços de saúde para atender a população.

Para viabilizar o credenciamento e as contratações destinadas à prestação dos serviços de apoio à diagnose e terapia, será realizado um processo de “chamada pública”, que tem por finalidade credenciar os interessados e assim, atender a demanda local. Ao invés de ser realizado um processo licitatório comum em que o vencedor é quem apresentar o melhor preço, a Secretaria de Saúde de Dourados optou por um processo em que o valor a ser pago é previamente estabelecido pelo município ou pelo SUS, tomando como base a realidade do mercado.

Segundo Mário Eduardo, já foi apresentado o levantamento da quantidade de exames necessários e os valores definidos para fixação da Tabela Complementar. A partir disso, será aberto um edital convocando os interessados em prestar os serviços. Serão duas chamadas, a primeira para os exames de diversas especialidades e a segunda será só na área de fisioterapia.

“Esse trabalho tem como proposta, reunir todos os pedidos para atender por prioridade. O prefeito quer resolver essa situação em período mais curto possível para zerar essas solicitações e com isso, implantar uma forma de atendimento mais eficiente que possa evitar essa longa espera”, ressaltou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade