Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Sarney defende Lula e diz que reeleição é boa para o Brasil

7 Jul 2006 - 14h21
Um dia após a nomeação de apadrinhados do PMDB para a presidência e diretorias dos Correios, o senador José Sarney (PMDB-AP) afirmou em plenário que a reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva é a melhor solução para a democracia brasileira. "Eu quero afirmar que sempre defendi, dentro do meu partido, a posição de apoio ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva", disse o senador.

O ex-presidente, um dos principais integrantes da ala governistas do PMDB, falou por mais de uma hora no plenário do Senado e adiantou, no início de sua fala, que anunciaria seu apoio a um dos candidatos.

"É meu dever, antes de começarmos a campanha presidencial, de fixar minha posição aqui", afirmou. "Acredito que o presidente Lula, melhor do que ninguém, pode conduzir a democracia brasileira a um novo patamar", acrescentou.

Em seu discurso, Sarney disse que Lula levou ao poder uma "esquerda equilibrada e responsável" e pode, se reeleito, dar continuidade aos projetos promovidos neste mandato. Diante disso, o ex-presidente afirmou que apoiará e trabalhará para que a maioria do partido apóie a reeleição de Lula.

"Afastado pelas regras eleitorais, do apoio forma à campanha pela reeleição, somos uma maioria do partido a compartilhar da convicção de que a vitória do presidente Lula será boa para o Brasil", declarou.

"O PMDB, do meu ponto de vista, deverá dar sustentação ao governo dele participando devidamente. Uma das coisas que está provada no mundo é que ninguém pode governar um país sozinho", afirmou.

Corrupção

Enquanto a oposição tentará, durante a campanha eleitoral, repetir a idéia de que o presidente teria conhecimento dos esquemas de corrupção e irregularidades que envolveram a base de apoio do governo e ministros, Sarney disse que Lula adotou comportamento sereno e equilibrado ao tratar das denúncias.

"Esta [denúncia de corrupção] foi sempre uma arma para desestabilizar e ferir a legitimidade. A nação, ao fazer o combate contra a corrupção, só não pode cometer injustiças e destruição de honras indevidamente", afirmou ao comentar a crise enfrentada pelo governo e as denúncias investigadas pelas CPIs.
 
 
 
Folha Online

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro