Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 7 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Sargento que baleou matador de Realengo volta à escola pela primeira vez

12 Abr 2011 - 08h34Por Agência Brasil

O sargento da Polícia Militar Márcio Alves, um dos primeiros policiais a entrar na Escola Municipal Tasso da Silveira e responsável por balear Wellington de Oliveira, na última quinta-feira (7), voltou hoje (11), pela primeira vez, à escola. Ele acompanhou o presidente da Comissão de Segurança da Câmara, deputado federal Mendonça Prado (DEM-SE), durante visita de inspeção.

À saída, o militar afirmou que, apesar de todo o seu preparo e dos anos de experiência, não quis subir ao andar onde aconteceu a matança. “Foi difícil, a gente relembra a cena. Passa tudo de novo. No meu caso, nem o tempo apaga. Isso aí vai ficar na memória para a vida toda”, disse.

O sargento Alves afirmou, ainda, que ao entrar hoje na escola as imagens de como agiu para impedir Wellington continuasse com a matança vieram-lhe à mente. “Eu lembro que entrei, e a primeira visão foi olhar para os lados, para ver se tinha alguém. Olhei para o lado direito, olhei para o lado esquerdo, vi a escada e fui subindo, no ímpeto de evitar que isso aqui virasse uma Columbine [escola americana onde houve massacre de estudantes] carioca.”

Em seguida, o policial militar disse que se deparou com o assassino e o atingiu com um tiro, mas antes que pudesse detê-lo, ele se matou. O sargento Alves afirmou que ainda não voltou para as atividades rotineiras do trabalho, pois está se recuperando psicologicamente. “É uma sensação de tristeza relembrar tudo o que nós passamos. Eu quero lembrar o menos possível a tragédia que aconteceu.”

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento