Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 4 de abril de 2020
SADER_FULL
Busca
MEDICAL CENTER - POLONIO
Brasil

São Paulo quer confirmar reação contra o Atlético-MG

6 Jul 2004 - 08h13
Com meias que não têm funcionado, o técnico Cuca acredita ter encontrado na lateral-direita o antídoto para os problemas de armação do São Paulo. Nesta terça-feira, contra o Atlético-MG, às 20h30, no Morumbi, Cicinho ganhou a função de cérebro do time.

O jogador, o melhor em campo na vitória contra a Ponte Preta, terá liberdade para criar.

Cicinho tentará fazer o que Marquinhos, Danilo, Souza e Vélber não conseguiram no primeiro semestre. "É a solução para os meus problemas. Ele está em um momento maravilhoso", disse Cuca, sobre o jogador de 24 anos.

Para isso, o treinador pode até continuar com o esquema 3-6-1 e abrir mão do tradicional 4-4-2.

"Em termos de ataque, não vai mudar nada, mas no 4-4-2 tenho de voltar mais para marcar", disse o atleta, que irá enfrentar seu ex-clube pela primeira vez.

Revelado pelo Atlético-MG, Cicinho está em litígio contra os mineiros, que exigem do atleta R$ 6 milhões por quebra de contrato. O jogador também pede a mesma quantia do clube por descumprimento de obrigações trabalhistas.

Problemas à parte, o lateral poderá ajudar o São Paulo a voltar à liderança do Brasileiro caso vença o rival. O São Paulo é o terceiro, com 21 pontos, um a menos do que Palmeiras e Figueirense.

Atuando na lateral, Cicinho tem números de fazer inveja a um bom armador. É o mais acionado do time, com 34,8 bolas recebidas em média por partida e é o líder de assistências da equipe, com três passes para gols, além de ser um dos artilheiros da equipe no Brasileiro, com três gols.

"Meu trabalho aqui é esse. Ajudar os atacantes a fazer gols."

Nesta terça, porém, ele poderá ajudar apenas um atacante, Diego Tardelli. Grafite, que cumpriu suspensão na última partida, pode ser barrado por Cuca, que gostou da atuação de Vélber no meio.

"Ainda não defini o esquema. O Atlético é a equipe que mais empatou (sete vezes). Eles sabem fazer marcação forte", disse.

SÃO PAULO
Rogério; Fabão, Lugano e Renan (Grafite); Cicinho, Alexandre, Fábio Simplício, Vélber, Danilo e Fábio Santos; Diego Tardelli .
Técnico: Cuca

ATLÉTICO-MG
Eduardo; Alessandro, Gaúcho, Adriano e Rubens Cardoso; Emerson, Márcio Araújo, Dejair e Juninho; Alex Mineiro e Quirino.
Técnico: Paulo Bonamigo

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Horário: 20h30
Juiz: Luís Antônio Silva Santos (RJ)

 

Folha Online


Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO DA MÚSICA
Dupla de MS briga com Naiara Azevedo por publicar música sem autorização
332 MORTOS
Casos de coronavírus no Brasil em 3 de abril
TODOS CONTRA CORONAVÍRUS
Grupo Boticário doa 216 ton. de itens de higiene e anuncia apoio à compra equipamentos hospitalares
CORONAVÍRUS NO BRASIL
Mandetta responde críticas de Bolsonaro: 'quem tem mandato fala, quem não tem, trabalha'
252 MORTOS
Casos de coronavírus no Brasil em 2 de abril
ASSASSINATO
Menina de 13 anos que estava desaparecida é encontrada morta com sinais de espancamento
DOURADOS - POLONIO IMÓVEIS
Polonio Imóveis informa em como pedir a pausa de 3 parcelas no financiamento imobiliário da Caixa
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Farmácias abrem mais de 2 mil vagas de emprego; salários chegam a R$ 7.500
BRASIL 2019
Relembre os principais momentos esportivos do Brasil em 2019
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Governo abre inscrições para contratar 751 profissionais de saúde em MT