Menu
SADER_FULL
quinta, 25 de fevereiro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Santos testa seu favoritismo contra a Ponte Preta, terror dos grandes de SP

23 Abr 2011 - 10h25

Uma rápida olhada nas escalações e nos currículos das duas equipes expõe o óbvio. O Santos é claramente favorito para vencer o confronto contra a Ponte Preta, neste sábado, às 16h (horário de Brasília), na Vila Belmiro, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. O Alvinegro joga em casa, tem jogadores badalados, é o atual campeão. A Ponte, por sua vez, é um clube tradicional, já chegou a finais de Paulistão, mas, claramente, está atrás do concorrente no que se refere a peso histórico, elenco, estrutura, títulos, pois não tem um sequer.

Acontece que a Macaca tem um trunfo para esse confronto: o retrospecto recente. Neste Paulistão, o time de Campinas se notabilizou por ser um adversário incômodo para os grandes times de São Paulo. Virou o Matador de Gigantes do estadual. Na primeira fase, venceu Corinthians, São Paulo, Palmeiras e empatou com o Santos. Avançou às quartas em quinto lugar, com 32 pontos. O Peixe foi o quarto, com 38.
 

Ponte Preta: a Matadora de Gigantes do Paulistão
22/1 - Morumbi São Paulo 0 x 1 Ponte Preta
2/2 - Moisés Lucarelli Ponte Preta 2 x 2 Santos
9/4 - Pacaembu Corinthians 0 x 1 Ponte Preta
17/4 - Moisés Lucarelli Ponte Preta 2 x 1 Palmeiras

As quartas de final são disputadas em jogo único. Embora tenha se classificado com melhor campanha, o Santos só tem a vantagem de jogar em casa. Em caso de empate, disputa por pênaltis. Quem avançar, faz semifinal contra o vencedor do confronto entre São Paulo e Portuguesa, que se enfrentam domingo, às 16h (Brasília), na Arena Barueri.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real, com vídeos exclusivos. O Premiere, em sistema pay-per-view, transmite ao vivo para todo o Brasil. Rodrigo Braghetto apita a partida, auxiliado por Carlos Augusto Nogueira Júnior e Fábio Luiz Freire. Paulo Roberto de Sousa Júnior e Leandro Bizzio Marinho serão os assistentes adicionais.

Santos: mesmo envolvido na disputa da Taça Libertadores, o Peixe está levando o Paulistão a sério. Por isso, precisa bancar o seu favoritismo para seguir na luta pelo bicampeonato estadual. 

Ponte Preta: além do bom retrospecto contra os grandes neste ano, a Macaca se preparou a semana inteira para o jogo, enquanto o Santos brigava por um lugar nas oitavas de final da Libertadores diante do Deportivo Táchira-VEN, na última quarta-feira. Passando pelo Peixe, time de Campinas vai às semifinais cheio de moral. 

Santos: o técnico Muricy Ramalho pretende colocar força máxima em campo. O volante Arouca apresenta um acentuado desgaste físico, mas o treinador acredita que poderá utilizar o jogador. De qualquer forma, Adriano está de prontidão. Não há atletas suspensos. O atacante Diogo, que ficaria no banco, sofreu uma fratura por estresse em uma das vértebras e só voltará a jogar em dois meses. Escalação provável: Rafael, Jonathan, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Danilo, Elano e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Zé Eduardo.

Ponte Preta: o técnico Gilson Kleina não quis saber de mistério e já confirmou a escalação de sua equipe para o confronto contra o Santos. O atacante Tiago Luis é o único desfalque. Ele pertence ao Peixe e, por contrato, não pode atuar contra o seu time de origem. Se escalasse o jogador, a Macaca teria de pagar R$ 300 mil de multa. Tiago será substituído pelo meia Válber. Com isso, o também meia Renatinho será adiantado para atuar no ataque, ao lado de Márcio Diogo. A escalação: Bruno, Guilherme, Leandro Silva, Ferrón e João Paulo; Mancuso, Josimar, Gil e Válber; Renatinho e Márcio Diogo.

Santos: O volante Danilo é o coadjuvante que brilha. Mesmo num time repleto de estrelas, como Neymar, Elano e Ganso, o jovem jogador, de 19 anos, tem conseguido se sobressair. Contra o Táchira, foi fundamental para a vitória santista, por 3 a 1, com participações decisivas nos três gols (marcou o terceiro).

Ponte Preta: Renatinho é o jogador mais habilidoso da Macaca. Meia inteligente, rápido e com ótima visão de jogo, ele é o principal articulador de jogadas da equipe de Campinas. No empate em 2 a 2 com o Santos, no Moisés Lucarelli, na primeira fase, ele fez um dos gols.

Muricy Ramalho, técnico do Santos: '"Vai ser um jogo duro, porque a Ponte Preta tem um time bom, está descansada. Vamos ter de entrar em campo concentrados, determinados. Nossa equipe tem qualidade, vai jogar em casa, mas se não entrarmos focados, teremos muitas dificuldades."

Gilson Kleina, técnico da Ponte Preta: "O Santos cresceu nas mãos do Muricy. Está se posicionado melhor, marcando bem e criando muitas chances. Temos de marcar o Santos, mas não podemos deixar de atacar também."

* Santos e Ponte Preta já se encontraram 81 vezes em partidas válidas pelo Campeonato Paulista. A vantagem no retrospecto é do Peixe: 47 vitórias, 16 empates e 18 triunfos da Macaca. O Alvinegro Praiano marcou 148 gols nesses confrontos, contra 86 tentos do rival de Campinas.

* Nos últimos 20 jogos contra a Macaca na Vila Belmiro, Peixe obteve 12 vitórias, quatro empates e quatro derrotas. A última vez que a equipe campineira venceu no estádio santista foi no dia 27 de julho de 2005, pelo Brasileirão: 1 a 0, gol de Evando.

* A maior goleada da Ponte sobre o Santos foi no dia 11 de julho de 1981. O jogo foi disputado no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pelo Paulistão, e terminou 5 a 0 para a Macaca: gols de Abel (2), Oswaldo, Chicão e Zé Mário.

*Já a maior goleada do Peixe sobre a Ponte é também a maior goleada da história da Vila Belmiro. No dia 18 de novembro de 1959, também pelo estadual, o Alvinegro fez, impressionantes, 12 a 1. Coutinho (5), Pepe (4), Agnaldo (2) e Mingão (contra). Célio descontou para a Macaca.

O último confronto entre Santos e Ponte Preta foi realizado no dia 2 de fevereiro, em Campinas, pela primeira fase do estadual deste ano, e terminou 2 a 2. Rômulo e Renatinho marcaram para a Macaca. Elano e Maikon Leite fizeram os gols santistas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALERTA EPIDEMIOLÓGICO
Covid-19: Brasil registra 1.541 mortes em 24 horas
MUNDO DO CRIME
Após morrer de Covid-19 no mesmo dia, casal tem oficina invadida e furtada
TRISTEZA NA FAMILIA
Pai e filho morrem de Covid-19 com poucas horas de diferença
CNH GRÁTIS
CNH Grátis: 8 mil carteiras gratuitas liberadas pelo DETRAN; inscreva-se
FINAL DA COPA DO BRASIL
Quem será o campeão da Copa do Brasil?
DIVIDA PÚBLICA
Dívida pública sobe em janeiro e atinge R$ 5,06 trilhões
ALÔ NAÇÃO RUBRO-NEGRA
VÍDEO: 'Jorge' o Urubu queridinho de Culturama viraliza nas redes sociais da Nação Rubro-Negra
LOCKDOWN
Com explosão de casos de covid, e 14 deputados infectados A. Legislativa volta a fechar as portas
BRASIL - 248.529 MORTES
Covid-19: Brasil registrou 62.715 infectados em 24 horas
SONAMBULA
Fisioterapeuta cai de janela de hotel após crise de sonambulismo