Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 27 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Santos estreia no Brasileiro com time misto contra o Internacional

21 Mai 2011 - 08h38Por R7

O torcedor do Santos que for à Vila Belmiro neste sábado (21), acompanhar a estreia do Peixe do Brasileirão, vai dar mostras de sua fidelidade ao time alvinegro. Além do horário da partida, 21h (de Brasília), a equipe santista que vai a campo contra o Internacional deve ser composta por reservas.

Como a equipe tem feito os jogos decisivos pela Libertadores em São Paulo, no Pacaembu, o torcedor da Baixada Santista terá neste início de Campeonato Brasileiro apenas a oportunidade de ver times mistos em campo.

O técnico Muricy Ramalho confirmou, após a partida contra o Once Caldas, na última quarta-feira (18), que vai priorizar os jogos da competição continental e, por isso, pode dar um descanso às principais estrelas do Peixe.

Pela Libertadores, o Santos vai enfrentar o Cerro Porteño na semifinal, novamente no Pacaembu. Desta forma, o torcedor da cidade de Santos que quiser ver o time principal vai ter que subir a serra e viajar até São Paulo.

Na contramão do dilema santista entre duas competições, vem o Internacional. A equipe foi campeã gaúcha, mas o principal objetivo na temporada ficou para trás após a eliminação na Libertadores, em pleno Beira-Rio, para o Peñarol.

O time comandado por Falcão vai se concentrar no Brasileirão desde o início para tentar quebrar um tabu de 31 anos sem conquistar a principal competição nacional. O treinador, inclusive, atuou como jogador na última conquista colorada. O Brasileirão é também a última oportunidade para o Colorado voltar a disputar a Libertadores no próximo ano.

Muricy Ramalho irá escalar o Santos com três zagueiros: Bruno Aguiar, Bruno Rodrigo e Vinícius Simon.

Com isso, o treinador espera fechar os espaços para o Internacional, em virtude do desentrosamento da equipe que estará colocando em campo. Essa formação, mais cautelosa, faz com que a responsabilidade de Felipe Anderson, único meia do time, aumente.  O jogador se disse ansioso com a oportunidade.

- O Muricy falou que precisamos disso: organização. Para isso, é essencial a vontade de todo mundo estar se ajudando para fazer um bom jogo, até mesmo pela falta de entrosamento. A gente vem trabalhando desde p começo do ano procurando oportunidade e estamos preparados para aproveitar. É uma oportunidade que está surgindo e vamos procurar aproveitar ao máximo para que possamos sair da Vila com a vitória.

Já no Inter, a expectativa é ganhar o título brasileiro após 32 anos. Naquela época, o papel do técnico Paulo Roberto Falcão era outro. Ele era o centro do time campeão brasileiro invicto de 1979. Quatorze anos depois, ele tentou dar o tetra ao Inter como técnico. Não funcionou. Mais um tempo se passou e o maior ídolo da história do Inter tentará dar o título não conquistado desde que ele era o dono da camisa 5. 

Desde sua chegada ao Beira-Rio, há pouco mais de um mês, Falcão tenta jogar os holofotes sobre seus atletas, valorizando-os pelas conquistas recentes e lembrando que nunca venceu a Libertadores. Mas venceu o Brasileirão e o torneio é a vida colorada até dezembro. Neste sábado começa a perseguição por uma taça que há tanto tempo não é conquistada.

Mesmo assim, as lesões farão uma equipe mista ser escalada em campo, um time com muitos reservas como visto no ano passado entre a conquista da Libertadores e a disputa do Mundial, mas daquela vez por opção.

Andrezinho ficará de fora por uma fissura na fíbula. D’Alessandro sente dores musculares. Nei, dores no joelho. E Rodrigo recupera a forma física após uma lesão na coxa. O zagueiro Índio, com problema similar ao de D’Alessandro, é dúvida.

As ausências no meio-campo abrem espaço para Oscar. O garoto teve poucas oportunidades como titular desde a chegada de Falcão.

- Com Falcão, não tive oportunidade de ter uma sequência. Com isso, ele vai confiar um pouco mais. É o que me falta. Joguei bastante esse ano como titular. Acho que todo mundo sabe da minha qualidade. Vou tentar mostrar o melhor futebol para sair com a vitória.

FICHA TÉCNICA
SANTOS X INTERNACIONAL

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 21 de março de 2011, sábado
Horário: 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-DF)
Assistentes: Marrubson Melo Freitas (Asp. Fifa-DF) e Carlos Emanuel Manzolillo

SANTOS: Aranha; Bruno Aguiar, Bruno Rodrigo e Vinícius Simon; Pará, Rodrigo Possebon, Charles, Felipe Anderson e Alex Sandro; Tiago Alves e Keirrison
Técnico: Muricy Ramalho

INTERNACIONAL: Renan; Daniel, Rodrigo Moledo (Índio), Bolívar e Kleber; Tinga, Guiñazu, Bolatti e Oscar; Zé Roberto e Leandro Damião
Técnico: Paulo Roberto Falcão 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHOS INTERROMPIDOS
Pais perdem filho de 7 anos em tragédia na BR-376: "Passaram o dia montando a casa para receber ele"
AUXILIO POPULAÇÃO
Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas
UTI LOTADAS
13 crianças com covid estão em estado grave em Cuiabá
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe descobre estupro ao desconfiar que filha de 12 anos tinha ciúmes do padrasto
VIRUS A SOLTA
Caixão com corpo que tinha identificação de risco biológico por Covid é achado em estrada
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem fez vídeo antes de morrer em acidente no Paraná: 'Devagar, motora'
FATALIDADE
Padre cai de pedra em cachoeira e corpo é encontrado em poço
GANGUE DO TIJOLO
Menores entre 13 e 17 anos formam bando e fazem 'arrastão'; veja vídeo
LUZ DO DIA
Empresário é executado com três tiros dentro de carro
SELFIE DA MORTE
Professora tenta tirar selfie e morre afogada ao cair no mar