Menu
SADER_FULL
quinta, 26 de novembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
JUNINHO DENTISTA NOVO
Brasil

Santos "desarmado" joga liderança diante o Atlético-PR

8 Set 2004 - 10h11
Encarada pelos santistas como final antecipada do Brasileiro-2004, a partida contra o Atlético-PR lembra um esperado duelo no Velho Oeste em que, na hora H, um dos adversários percebe que está com pouca munição.

Dos 66 gols marcados pelo Santos neste Brasileiro, mais da metade estará ausente nesta quarta-feira, às 21h50, na Vila Belmiro, justamente quando a equipe defende a liderança contra o time que está mais próximo de ultrapassá-lo. Quem vencer será líder, com três pontos à frente do segundo colocado.

Diante do Atlético-PR --que também tem 51 pontos, mas com uma vitória a menos que o Santos--, o técnico Vanderlei Luxemburgo não terá à sua disposição três dos seus quatro melhores goleadores no Nacional.

Robinho, 17 gols, está em Berlim com a seleção. Deivid, 12, e Elano, 10, estão suspensos. Somados, os tentos deles correspondem a 59,1% das vezes em que o time do litoral balançou as redes.

Para a partida, considerada "de seis pontos" por Luxemburgo, o ataque santista será formado por Basílio, que tem 11 gols, e o recém-contratado William, que tem só um gol pela equipe branca, feito no fim de semana, contra o Paraná, mas válido por outro torneio: a Copa Sul-Americana.

Na artilharia santista, os que aparecem atrás de Elano são Ricardinho, autor do gol da vitória contra o Juventude, na última rodada, e Diego, que foi vendido ao Porto. Ambos têm quatro cada um. Fora esses, só o lateral Léo, com dois, fez mais de um gol.

Além disso, o Atlético-PR não é a melhor defesa para revelar no time rival um novo artilheiro.

Com 28 gols, é a segunda menos vazada do torneio, atrás apenas da do São Caetano, com 25. Por isso, Luxemburgo espera poder contar com presença maciça da torcida na Vila Belmiro.

A partida significará também a efetivação do reserva Mauro no gol santista, relegando ao banco o titular Tapia. O chileno vinha sendo apontado como ponto mais fraco da defesa, principalmente pelos torcedores.

O novo titular já havia atuado nas duas últimas partidas do clube, enquanto Tapia servia a seleção de seu país nas eliminatórias.

Do lado atleticano, o técnico Levir Culpi, que não contará com o atacante Dagoberto, suspenso, poderá lançar o reserva Dennys, que tem estilo de jogo semelhante ao do titular --muita velocidade.

Outra possibilidade é Fernandinho, meia que vem atuando improvisado na ala direita e pode ser adiantado para o ataque. Caso Culpi opte por essa armação, Raulen entra na equipe.

SANTOS
Mauro; Flávio, Antônio Carlos (Domingos), André Luiz e Léo; Zé Elias, Fabinho, Ricardinho e Marcinho; William e Basílio.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

ATLÉTICO-PR
Diego; Marinho, Rogério Corrêa e Marcão; Fernandinho, Alan Bahia, Fabiano, Jádson e Ivan; Dennys (Raulen) e Washington.
Técnico: Levir Culpi

Local: estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)
Horário: 21h50
Juiz: Edílson Soares da Silva (RJ)

 

 

Folha Online


Deixe seu Comentário

Leia Também

CNH VENCIDA
Motoristas poderão dirigir com CNH vencida por até um ano; entenda
FRENTE FRIA CHEGANDO
Nova frente fria avança sobre o Sul do Brasil
BRASIL - 170.799 MORTES
Brasil tem variação de aumento 29% de Mortes por Covid-19
TRAGEDIA NA RODOVIA
Acidente entre ônibus e caminhão matou 41 pessoas
DISPARO ACIDENTAL
Quando colhia castanhas, Índia de 14 anos é morta com tiro disparado pelo próprio marido
TRAGEDIA NA RODOVIA
Violento acidente entre ônibus e caminhão em rodovia provoca 22 mortes
Zezé Di Camargo canta durante velório do pai, Francisco Camargo, em Goiânia  Foto: Vítor Santana G1 TRISTE PARTIDA
Zezé Di Camargo toca sanfona e canta 'É o Amor' durante velório do pai
LUTO NA TV
Fernando Vannucci, apresentador, morre aos 69 anos em São Paulo
AFOGAMENTO
Corpos de adolescentes desaparecidos são encontrados em 'piscinão'
CHACINA
Mulher, marido, filho e amigo são executados em chacina na saída de garimpo