Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 10 de maio de 2021
Busca
Brasil

Russo perseguido pela polícia pode ser parceiro do Timão

26 Ago 2004 - 08h46
Em entrevista a Rádio Jovem Pan na noite desta quarta-feira, Andrés Sanchez, ex-vice presidente de futebol do Corinthians, e integrante da comitiva do presidente Dualib que viajou para a Europa atrás de um parceiro para o futebol do Timão, confirmou que o russo Boris Berezovski, procurado pela polícia de seu país e refugiado na Inglaterra, realmente faz parte do grupo de investidores interessados em aplicar dinheiro no clube.

'Ele realmente faz parte do grupo de investimento, mas não vejo problema nenhum nisso, desde que o dinheiro chegue ao clube pelos meios legais', declarou Sanchez. O ex-cartola também é um dos onze membros da comissão que irá decidir, até o dia 30 de setembro, se o contrato com a misteriosa MSI será realmente firmado.

Investigado na Suiça por lavagem de dinheiro, Berezovski é ligado ao iraniano Kia Joorrabichian pela compra de um dos jornais mais populares da Rússia, o Kommersant, de Moscou. Se todas as acusações contra um dos maiores inimigos de Wladimir Putin, presidente da Rússia, forem comprovadas, a sonhada parceria milionária do Timão pode começar a ruir antes mesmo de começar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'