Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 15 de junho de 2021
Busca
Brasil

Rescisão de contrato impõe multa milionária a Dourados

16 Mar 2010 - 11h16Por Nicanor Coelho, do Midia Max de Dourados

Celebrado em prazo que se estendia muito além de seu mandato e com cláusulas de rescisão que impõem multas milionárias, o arrendamento do Hospital Santa Rosa, firmado pelo ex-prefeito Laerte Tetila (PT), a 15 meses do término de seu mandato, acabou virando um "presente de grego" para seu sucessor.

Com o objetivo de atender emergencialmente a carência da saúde à época em Dourados e para substituir o Hospital da Mulher, foram alugados, por prazo de cinco anos, o prédio e os equipamentos do Hospital Santa Rosa.

O valor aluguel do Hospital Santa Rosa foi dividido em dois contratos. Para rescindi-los o atual prefeito, Ari Artuzi, teria que pagar multas que ultrapassam R$ 1,3 milhão. Os reajustes previstos obedecem à variação do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

O de número 669/2207 prevê pagamento mensal de R$ 45 mil e refere-se ao custo do prédio localizado à rua João Vicente Ferreira, 2413, na Vila Planalto. O reajuste é anual. É assinado pelos secretários municipais de Saúde, João Paulo Barcelos Esteves, e de Gestão Pública, Dirceu Longhi. Representa o Hospital o diretor financeiro Eduardo Takashi Uemura.

Na cláusula 6.13 consta que durante os cinco anos de vigência do contrato o Hospital Santa Rosa não poderia reaver o imóvel locado. Já a Prefeitura poderia devolver o prédio desde que fosse paga uma multa correspondente a 12 meses do valor da locação. Na época da assinatura do contrato, em outubro de 2007, seria de R$ 540 mil.

O segundo, de número 670/2007, rege a locação dos móveis e equipamentos do Hospital Santa Rosa, também por um período de cinco anos, ao valor mensal de R$ 55.528,00. É assinado por João Paulo Esteves, secretário de Saúde, e Eduardo Uemura, diretor do Hospital.

Neste caso, conforme a cláusula 12.1, “a inexecução total ou parcial do Contrato enseja a sua rescisão, com as conseqüências contratuais, bem como as previstas em lei ou regulamento”. Assim, a exemplo da locação do prédio, a indenização a ser paga pela Prefeitura obedeceria à mesma regra, ou seja, multa equivalente a 12 meses de aluguel, o que daria R$ 666.336,00 aos valores da data da assinatura do contrato.

Diferentemente do contrato do prédio, onde a multa para rompimento é obrigatória, o aluguel dos equipamentos prevê a rescisão "sem ônus ou consequência natural" no caso de acordo entre as partes.

Analisando os dois contratos fica implícito que a Prefeitura estã de mãos atadas, sem margem para renegociação caso não tenha mais interesse em permanecer com o funcionamento do Hospital da Mulher no prédio do Santa Rosa.

Ambos os contratos vigeram durante os últimos 15 meses da administração do ex-prefeito Tetila e seu sucessor, comprometido em seus quatro anos, optou pela continuidade para que os serviços prestados pelo SUS (Sistema Único de Saúde) não sofressem interrupção na área de ginecologia e obstetrícia à época da posse.

Analisando os dois contratos fica implícito que a Prefeitura está de mãos atadas, sem margem para renegociação, e é exatamente o que reclama a atual gestão, pois com o retorno do atendimento pelo SUS no Hospital Evangélico a prefeitura poderia rever ou até mesmo cancelar o aluguel formalizado por Tetila. Mas, para isso, seria preciso desembolsar multas que hoje superariam R$ 1,3 milhão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado
ANTECIPAÇÃO
Governo antecipa pagamento de parcelas do auxílio emergencial
918d8b7fa56ee0a828ae4ad908fedeb3 ATENTADO AO PUDOR
Casal é flagrado fazendo sexo em plena praça pública no dia dos Namorados
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem morre após desviar de buraco e cair com carro em córrego
+ AUMENTO
Gás de cozinha fica mais caro a partir desta segunda feira, 14
CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal