Menu
SADER_FULL
segunda, 21 de junho de 2021
Busca
Brasil

Renda subiu para 18 milhões de pessoas de 2004 a 2008

5 Nov 2009 - 17h39Por Estadão

A população brasileira começou a ascender para faixas de renda per capita mais altas a partir de 2004, em um movimento que não se observava desde a década de 1980. Segundo informou hoje o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), 7 milhões de pessoas ingressaram na faixa de renda média, que considera uma renda mensal per capita de R$ 188 a R$ 465, entre 2004 e 2008. Outros 11,6 milhões de indivíduos chegaram ao estrato superior de renda (renda per capita maior que R$ 465 por mês) no mesmo período. Considerando o ingresso nas faixas média e superior, o aumento de renda per capita atingiu 18,6 milhões de pessoas.

Em contrapartida, a faixa de renda baixa, inferior a R$ 188 por indivíduo, perdeu 11,7 milhões de pessoas. No período, o aumento da população brasileira foi de 6,9 milhões de pessoas. "Há sinais da volta da mobilidade social no País, o que não se via até a década de 90", afirmou o presidente do Ipea, Marcio Pochmann.

O estudo do Ipea, que usa como base a Pesquisa Nacional de Domicílios (Pnad) de 2008, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que, com as mudanças, a participação relativa das camadas de renda evoluiu. Em 2008, a faixa mais baixa de renda representava 26% da população, uma fatia menor que a observada em 2005, de 32%. Já a faixa de renda média respondia por 37,4% em 2008, ante 34,9% em 2004. O grupo de renda superior cresceu de 31,5% em 2004 para 36,6% no ano passado.

O Ipea destacou que o grupo com maior renda per capita vinha registrando declínio em sua participação relativa entre os anos de 1998 e 2004, oscilando de 35,3% para 31,5%.

As faixas de renda estabelecidas pelo estudo, embora baixas, refletem a média de renda da população. Pochmann explicou que, para fazer o estudo, o Ipea dividiu a população brasileira em 2001 em três grupos iguais e calculou a média de renda per capita em cada um desses grupos. Para atualizar os valores, o Ipea utilizou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Natalidade

De acordo com o Ipea, os avanços de renda per capita podem ser explicados em parte pela redução da taxa de natalidade média das famílias. Com menos filhos, a renda naturalmente cresce. Em 1992, segundo Pochmann, a taxa de natalidade média no Brasil era de 2,8 filhos. Em 2008, ela caiu para 1,8 filhos. Se forem consideradas apenas as mulheres brancas com maior grau de escolaridade, a natalidade é ainda menor, de 0,9 filho.

Pochmann destacou ainda outras explicações para a melhora da renda. O crescimento econômico e o dinamismo do mercado de trabalho justificam, segundo ele, a mobilidade social. Isso fica claro quando se observa o perfil dos indivíduos que tiveram alguma ascensão de renda. Entre 2001 e 2008, 19,5 milhões de brasileiros (11,7% da população) registraram elevação real em seu rendimento individual superior à evolução da renda per capita nacional, que foi de 19,8% no período.

Nesse grupo, os que têm carteira assinada foram os que mais evoluíram, o que confirma a tese de que o emprego contribuiu para a melhora da renda. Segundo o Ipea, dos 13,5 milhões de indivíduos que migraram do estrato inferior para o médio, 55,5% são ocupados (incluindo empregos formais, informais e por conta própria). Já no grupo de 6 milhões de pessoas que evoluíram para a faixa superior, 69,7% estão na categoria de ocupados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo
VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América