Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 20 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Remédio para câncer gastrintestinal e leucemia chega a hospitais do SUS

7 Abr 2011 - 13h42Por

A segunda remessa do medicamento Glivec, usado no tratamento de pacientes com câncer do tipo leucemia mielóide crônica e tumores gastrointestinais, foram enviada nesta quarta-feira (6) aos hospitais oncológicos que prestam atendimento pelo SUS.

Até a última sexta-feira (1º), as unidades de saúde adquiriam diretamente o medicamento.

Agora, a compra do remédio será centralizada pelo governo federal, conforme acordo firmado no ano passado entre o Ministério da Saúde e o laboratório fabricante do medicamento (Novartis S/A).

Os estoques serão entregues diretamente pelo laboratório às secretarias estaduais de saúde que deverão, em seguida, abastecer a rede hospitalar.

Segundo o Ministério da Saúde, juntando com esta remessa, já foram entregues 27,8 mil caixas de Glivec – o equivalente a quase 950 mil comprimidos do medicamento.

Um dos termos do acordo prevê uma redução no preço do medicamento em mais de 50%, na venda em larga escala para o governo federal.

A medida resultará em uma economia de aproximadamente R$ 400 milhões no decorrer do período do acordo (de 2010 a 2012).

Atualmente, o Glivec é indicado pelos médicos para aproximadamente sete mil pacientes assistidos pelo SUS, no tratamento de Leucemia Mielóide Crônica (LCM) e Tumor de Estroma Gastrointestinal (GIST).

“Estamos aprimorando as compras governamentais, aumentando os investimentos neste setor e, com isso, obtendo avanços significativos na melhoria da assistência oncológica pela rede pública de saúde”, destaca o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Carlos Gadelha.

Segundo o Ministério da Saúde, no decorrer de 12 meses, a rede hospitalar contará com 9,3 milhões de comprimidos de Glivec nas dosagens de 100mg e 400mg.

Este quantitativo é superior ao volume de 8,5 milhões de comprimidos do medicamento que, segundo os hospitais oncológicos habilitados ao SUS, foram administrados em 2010.

Investimento

Para a aquisição centralizada do Glivec, o Ministério da Saúde investiu R$ 192 milhões.

Pelo acordo estabelecido com o Laboratório Novartis, o preço de cada comprimido do medicamento nas dosagens de 100mg e 400mg ficou, respectivamente, R$ 20,60 e R$ 82,40.

Em média, os hospitais pagavam R$ 42,50 e R$ 170 pelas dosagens de 100mg e 400mg do Glivec, respectivamente. (Ministério da Saúde)

Deixe seu Comentário

Leia Também

tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19
A CASA CAIU
Mulher invade casa e flagra namorado fazendo sexo com outra; veja vídeo
LINHA DE FRENTE
'Ele lutou até o final', diz irmã de médico de 28 anos, após quase um mês morreu de Covid-19
SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos