Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 20 de abril de 2021
Busca
Brasil

Rejeição na sala de aula afeta desempenho escolar

10 Ago 2004 - 14h18
A rejeição que alguns estudantes sofrem na sala de aula, seja por parte dos colegas ou dos professores, tem impacto no desempenho escolar, principalmente entre as crianças da 4ª série do ensino fundamental. A média de rendimento dos alunos que se sentem “deixados de lado” na turma fica abaixo da obtida por aqueles que não vivenciam a mesma situação. Os dados constam do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb), que revela, pela primeira vez, a influência da rejeição e da amizade na sala de aula no desempenho do estudante.

Na 4ª série,13% dos alunos declaram se sentir “deixados de lado” na sua turma. Outros 34% afirmam que essa situação ocorre de vez em quando e, para 52%, não há rejeição; 1% não respondeu. Entre o conjunto de estudantes que dizem sempre se sentir “deixado de lado” na sala de aula, a média foi de 145,3 na prova de Língua Portuguesa do Saeb de 2003.

Enquanto a pontuação dos que declararam nunca terem sido rejeitados na turma chegou a 178,5, ou seja, 33,2 pontos a mais. Em Matemática, a diferença é de 29,4 pontos (185,2 a 155,8). Os números foram divulgados hoje, 10, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC).

“Esses dados devem ser tratados a partir da idéia de que a existência de um ‘clima escolar’ harmonioso e voltado para o aprendizado eleva o desempenho médio dos estudantes. Fatores como amizade e rejeição influem na construção de um ‘clima’ favorável ou desfavorável ao aprendizado”, explica Carlos Henrique Araújo, diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep. Segundo ele, deve-se levar em conta a existência de outras variáveis que definem o fator “clima escolar”, como a expectativa do professor em relação ao sucesso do estudante e a cooperação entre os docentes e deles com a direção da escola.

A média geral no Saeb 2003 na 4ª série foi de 169,4 em Língua Portuguesa e 177,1 em Matemática, numa escala única para todas as séries avaliadas (4ª e 8ª do ensino fundamental e 3ª do ensino médio) que vai até 500 pontos. As provas foram aplicadas a uma amostra de 300 mil alunos, representativa das redes públicas e particulares de ensino.

Na 8ª série do ensino fundamental e na 3ª série do ensino médio, onde 12% e 9% dos estudantes, respectivamente, declaram se sentir “deixados de lado” na sala de aula, a influência da rejeição é menor. Na 8ª série, a diferença entre a média deles e dos que afirmam não serem rejeitados é de 14 pontos, na prova de Língua Portuguesa (233,8 a 220), e, na 3ª série, de 10 pontos (267,7 a 258).
 
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRUTALIDADE
Adolescente queimado por negar sexo com homens morre em hospital
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19
VITIMA DA COVID 19
Vídeo: enfermeiro que receitava cloroquina se passando por médico morre de Covid-19
OS AMORES DO REI
Roberto Carlos teve três casamentos, paixões secretas e perdas em seus 80 anos
JUVENTUDE EM ALERTA
Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas
ATAQUE CANINO
Pit bull mata criança de 2 anos e deixa o irmão dela ferido
VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente