Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 28 de maio de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
Brasil

Regras podem "frear" financiamentos habitacionais

21 Fev 2011 - 12h00Por Diário MS

Muitas famílias poderão ver o sonho da casa própria ficar ainda mais distante. Isto porque a Caixa Econômica Federal implementou uma série de restrições para financiamento no programa “Minha Casa, Minha Vida”, do governo federal. Entre elas, passa a ser proibida a concessão do crédito imobiliário para imóveis que ficam em bairros sem asfalto e abastecimento de água, energia elétrica, esgoto pluvial e sanitário.


Com as novas regras, a população de baixa renda, que seria o foco do programa, deve ser a maior prejudicada. “Os terrenos são supervalorizados em Dourados. O preço aqui é absurdo e fica acima do mercado nacional. Assim, gastando a maior parte do dinheiro no terreno, a construção fica prejudicada”, coloca o corretor de imóveis e colaborador da Adei (Associação Douradense das Empresas Imobiliárias), Gilmar Matias das Graças.


A categoria acredita ainda que as medidas adotadas pela Caixa possam gerar uma queda na adesão do financiamento habitacional. “Mesmo subindo o teto para R$ 100 mil não veremos uma melhora significativa em Dourados. A dificuldade será a mesma, já que o terreno em um local pavimentado é bem mais caro do que em uma rua sem asfalto”, coloca o corretor de imóveis, Luiz Antônio Masson.


Segundo profissionais da área de construção, hoje, não é possível encontrar um terreno com valor inferior a R$ 45 mil em locais pavimentados de Dourados. Há alguns que arrisquem ainda que o preço mínimo fique em torno de R$ 60 mil na cidade. “Com isso, a verba é muito pouca para construir”, afirma Masson.


Outra preocupação é a falta de terrenos que atendam as exigências da Caixa. “Com a expansão da construção civil, é muito difícil encontrar terrenos que atendam às novas regras e tenham um preço acessível. O que pode gerar uma dificuldade ainda maior para quem quer construir com o financiamento do programa”, destaca Luiz Masson.

VALORIZAÇÃO

De acordo com o corretor Gilmar Matias das Graças, as mudanças devem gerar a valorização dos terrenos pavimentados e baixar os preços dos terrenos sem asfalto. “Infelizmente é uma regra de mercado. Com a medida, os terrenos localizados na periferia da cidade devem ficar com preços mais baixos e os que atendem às mudanças acabam se valorizando”, afirma.


Para o corretor Luiz Masson, os terrenos em ruas sem pavimentação que estavam cada vez mais valorizados, com a alta procura do programa “Minha Casa, Minha Vida”, agora devem sofrer uma desaceleração nos preços. “Estas regiões tiveram uma alavancada, principalmente, depois do programa. Agora a tendência é de que a movimentação diminua”, ressalta.

CAIXA

Em nota, a CEF alega que as exigências prevaleciam desde o lançamento do Programa “Minha Casa, Minha Vida”. Já quanto à nova regra, a Caixa informa ainda que afeta apenas os empreendimentos produzidos com recursos próprios das empresas e empreendedores, nos casos em que se pretenda financiar a comercialização ao beneficiário final por meio do programa.


“A medida tem por fim garantir a qualidade e as condições de habitabilidade dos imóveis e, portanto, visa a resguardar os interesses das famílias que adquirem essas moradias”, finaliza a nota. Os contratos assinados anteriormente pela Caixa, que se encaixam neste caso, não seriam afetados.


Com as mudanças, a expectativa da Caixa de Mato Grosso do Sul de atingir R$ 1,3 bilhão em financiamentos em 2011 pode ser prejudicada. No ano passado, do pouco mais de R$ 1 bilhão financiado, R$ 738,5 milhões foram em unidades do programa “Minha Casa, Minha Vida”.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Fotos: PMMS/ BMMS BOMBEIROS DE MS NO RS
Com atuação de equipes dos Bombeiros, PM e Defesa Civil, MS continua a apoiar o Rio Grande do Sul
Xadrez MS
Enxadristas representam Mato Grosso do Sul em competição nacional de base em Natal
Saúde Delicada
O Ator Tony Ramos passa por cirurgia de emergência na cabeça para tratar sangramento cerebral no RJ
Ajude o RS
Culturamense registra a devastação de Lageado durante entrega de 21 toneladas de donativos
Fotos: Saul Schramm BOMBEIROS DE MS EM AÇÃO NO PANTANAL
Para combater incêndios florestais no Pantanal, Governo de MS instala bases dos bombeiros em 13 área

Mais Lidas

FÁTIMA DO SUL EM DESTAQUE
Conhecendo Fátima do Sul com Leandro Santos: Uma viagem cultural pelo Favo de Mel do MS
Evento
Confira as duas galerias de fotos da premiação do Mês das Mães no Mercado Julifran
FATIMASSULENSE EM DESTAQUE
Fatimassulense é pódio em mais um rodeio em touros, agora na Expotac 2024
O caso será investigado pelo SIG / Divulgação/JP NewsCRIME EM MS
Homem é executado a tiros dentro de casa em MS
Fotos: Washington Lima / Fátima Em DiaFÁTIMA DO SUL - REFORMA ILHA DO SOL
Prefeita Ilda Salgado Machado inicia reforma transformadora da Ilha do Sol em Fátima do Sul, ASSISTA