Menu
SADER_FULL
sábado, 4 de dezembro de 2021
ASSEMBLEIA DEZEMBRO 2021
Busca
Brasil

Receita seleciona 700 analistas com salário de R$ 7,6 mil

20 Out 2009 - 17h36Por Uol
A Receita Federal abriu nesta segunda (19) inscrições para o concurso público com 700 vagas de analista tributário -- 35 postos são reservados para deficientes. O salário é de R$ 7.624,56. A última seleção tinha sido aberta em 2005: o nome do cargo era técnico da Receita, da carreira de auditoria.

O órgão já tem um concurso em andamento para auditor.

Para participar é preciso ter concluído curso superior, em nível de graduação, em qualquer área. Os candidatos aprovados no concurso terão lotação nas unidades centrais da Secretaria da Receita Federal do Brasil, em Brasília (DF), ou nas unidades descentralizadas, em todos os Estados. Segundo o edital, o candidato só conhecerá a distribuição das vagas no processo de matrícula no programa de formação -- os aprovados poderão fazer suas opções para o preenchimento das vagas; a ocupação obdecerá à ordem de classificação nas provas do concurso. A lotação não pode ser alterada por um período mínimo de três anos. No concurso de 2005, a classificação era nacional.

A inscrição tem de ser feita no site da Esaf (Escola de Administração Fazendária), organizadora do concurso, entre as 10h deste dia 19 de outubro e as 23h59 do dia 2 de novembro (horário de Brasília). A taxa é de R$ 100.

As primeiras provas serão aplicadas no dia 20 de dezembro, em todas as capitais. Serão duas avaliações objetivas: conhecimento gerais, com português, espanhol ou inglês, raciocínio lógico-quantitativo e direito constitucional e administrativo; e conhecimentos específicos, com direito tributário e previdenciário, contabilidade geral, direito internacional público e comércio internacional , administração financeira e orçamentária e administração geral.

Os 1.680 (destes, 84 entre os deficientes) mais bem colocados serão chamados para as provas discursivas (desenvolvimento de tema) -- que não faziam parte do concurso de 2005. Os temas dessa avaliação poderá ser sobre direito constitucional e administrativo, direito tributário e previdenciário, direito internacional público e comércio internacional e administração geral.

Entre as novas disciplinas, que não apareciam em nenhuma das duas áreas abertas em 2005 (tributária e aduaneira e tecnologia da informação, estão administração financeira e orçamentária, administração geral e direito internacional público.

Haverá ainda sindicância de vida pregressa, antes do programa de formação.

O professor Luiz Monteiro, do Pró-Concurso, em entrevista ao jornal "Agora", sugere organização para os estudos. "Como as provas têm um conjunto grande de assuntos, o candidato pode ficar disperso e sem foco. Uma dica é criar um painel para cada uma das matérias, que poderá funcionar como um roteiro para os estudos", diz. O docente sugere ainda a criação de um glossário da matéria e dos principais termos usados.

Leia Também

ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio