Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 11 de abril de 2021
Busca
Brasil

Receita com exportação de carne bovina já supera 2003

14 Set 2004 - 08h19
Nos primeiros oito meses deste ano, a receita com as exportações brasileiras de carne bovina já superou o faturamento total com as vendas externas em 2003, que somou US$ 1,5 bilhão. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Exportadora de Carne (Abiec), a receita até agosto somou US$ 1,555 bilhão contra US$ 875,3 milhões em igual período de 2003, um crescimento de 77,75%.

Com esse resultado, o presidente da Abiec, Pratini de Moraes, estima que a receita total com os embarques deve alcançar US$ 2,4 bilhões este ano. "Já exportamos mais do que em todo o ano de 2004", destacou, lembrando que o desempenho se deve à recuperação dos preços na exportação.

Em volume, os embarques de carne bovina (in natura e industrializada) somaram 1,199 milhão de toneladas (equivalente-carcaça), alta de 39,63% sobre as 859,2 mil toneladas embarcadas entre janeiro e agosto de 2003.

Considerando só o mês de agosto, os volumes cresceram 94,79% para 190,4 mil toneladas (equivalente-carcaça). A receita subiu 121,5%, para US$ 242,8 milhões. Pratini destacou que a Rússia foi o principal mercado para carne brasileira em agosto, com compras de US$ 32,9 milhões, 271,8% mais que no mesmo mês de 2003. De janeiro a agosto, o país importou US$ 139,1 milhões, alta de 162,37%. O volume foi de 134 mil toneladas (equivalente carcaça), o mesmo que 91 mil toneladas em corte.

O presidente da Abiec explicou que o Brasil obteve esse desempenho, apesar do sistema de cotas russo (pelo qual teria de disputar um volume de 68 mil toneladas com outros exportadores) porque houve realocação de cotas para o país. "A União Européia tinha cotas grandes mas não tinha carne para oferecer", disse. Ele acredita que as vendas à Rússia vão superar 100 mil toneladas este ano. Os exportadores seguem de olho em novos mercados e neste momento negociam a abertura da Malásia e da Indonésia à carne brasileira.

A projeção para todo o ano é que os embarques totalizem 1,4 milhão de toneladas (equivalente-carcaça) ante 1,3 milhão em 2003.

Pratini de Moraes afirmou que o setor vai reforçar o marketing da carne brasileira por isso participarão, entre os dias 21 e 24 de setembro, da World Food Moscow, feira de alimentação russa. Em outubro, participará da Sial - Paris, uma das maiores feiras do setor.
 
 
Valor Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo
CRISE NA PANDEMIA
Número de brasileiros que vivem na pobreza quase triplicou em seis meses, diz FGV