Menu
SADER_FULL
sexta, 14 de maio de 2021
Busca
Brasil

Rebelião policial deixou 4 mortos e 193 feridos no Equador

2 Out 2010 - 06h17Por G1

A rebelião policial de quinta-feira no Equador deixou quatro mortos e 193 feridos, segundo balanço oficial do Ministério da Saúde.

O levante jogou o país em um clima de caos, e o presidente Rafael Correa chegou a ficar dez horas sitiado em um hospital pelos insubordinados.

O chanceler Ricardo Patiño, disse nesta sexta-feira (1º) que a situação está sob controle, mas a vitória sobre os rebelados ainda não está totalmente assegurada.

Os violentos protestos da véspera fizeram Correa ficar mais de dez horas praticamente sitiado, depois de ter sido atacado após um discurso em um quartel. Ele acabou sendo resgatado em uma operação do Exército.

A polícia protestava contra cortes em seus benefícios financeiros, mas Correa afirmou que se tratou de uma tentativa de golpe de estado.

"Não podemos contar total vitória. Superamos a situação por enquanto, mas não podemos relaxar", disse. "A tentativa de golpe pode ter raízes fora daqui, temos de achá-las e arrancá-las."

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada