Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 18 de maio de 2021
Busca
Brasil

Reajuste do mínimo poderá sair em janeiro

6 Dez 2004 - 13h04
O reajuste do salário mínimo, tradicionalmente concedido em maio, pode ser antecipado para janeiro por medida provisória (MP), afirma o vice-presidente do Congresso Nacional, senador Paulo Paim (PT-RS). Segundo ele, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva estuda antecipar o reajuste e a decisão será tomada nesta semana.

Paim esteve com o presidente Lula durante viagem ao Rio Grande do Sul para a assinatura do protocolo de duplicação da BR-101 na última sexta-feira.

Segundo o parlamentar, os dois acertaram que os senadores envolvidos na campanha de reajuste do mínimo, ministros e sindicalistas devem se reunir para tratar do assunto. O primeiro encontro está marcado para amanhã entre a bancada do Senado e as Centrais Sindicais. Até o fim da semana, os parlamentares devem se reunir com o ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini.

"Na linha em que eu conversei com o presidente, nós faríamos reajuste já em 1º de janeiro. O presidente baixaria, mediante acordo, uma medida provisória em janeiro, reajustando o salário mínimo, e nós iríamos trabalhar então para uma política de reajuste permanente", explicou.

O Congresso começa a definir esta semana a composição de uma comissão mista formada por onze deputados e onze senadores que terão 60 dias para ouvir governadores, prefeitos, ministros e representantes de empregadores e trabalhadores para avaliar o reajuste permanente do salário mínimo.

"Essa comissão mista ficaria responsável por elaborar de forma definitiva um projeto que garanta a recuperação do salário mínimo bem como os benefícios de aposentados e pensionistas", disse Paim, idealizador da comissão.

De acordo com o presidente da Subcomissão de salário mínimo da Câmara dos Deputados, deputado Tarsício Zimmermann (PT-RS), a comissão deve ser formada esta semana. "Teremos mais um instrumento a ajudar que nós tenhamos mais um instrumento de elevação do salário mínimo", observou.

Na próxima semana, de 13 a 15 de dezembro, a CUT organiza a Marcha a Brasília em defesa do Salário Mínimo. A reivindicação da Central Única de Trabalhadores (CUT) de um mínimo de R$ 320 foi incorporada pela Força Sindical, Confederação Geral dos Trabalhadores (CGT), Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB) e Central Autônoma dos Trabalhadores (CAT).

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NO HARAS
Vaqueiro morre ao ser arrastado por boi durante vaquejada, em Paranatama; veja vídeo
Foto: Divulgação/Instagram LUTO NA MÚSICA
MC Kevin morre aos 23 anos no Rio de Janeiro
SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho