Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 21 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Radicais do PT criam frente informal

8 Jul 2004 - 13h11
Parte dos chamados radicais do PT e parlamentares de outros partidos criaram hoje uma frente informal suprapartidária para recuperar eixos que, segundo eles, são bandeiras de lutas de seus partidos e que teriam sido abandonadas pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo o deputado Chico Alencar (PT-RJ), entre os pontos a serem defendidos pela frente estão a ética na política, maior atenção à área social, revisão da política econômica, agenda parlamentar e combate ao excesso de medidas provisórias editadas pelo Executivo.

"Não podemos aceitar que se cale o Ministério Público e compactuar com o fisiologismo que o governo vem mantendo com o Congresso", disse a jornalistas o deputado Ivan Valente (PT-SP), após encontro do grupo.

Por enquanto, participam da frente quatro senadores, os petistas Paulo Paim (RS) e Cristovam Buarque (DF), Geraldo Mesquista (PSB-AC) e Jefferson Péres (PDT-AM), e 14 deputados, entre eles Fernando Gabeira (RJ), que deixou o PT no ano passado.

Outros senadores e deputados estariam estudando aderir ao grupo, segundo Chico Alencar.

Reuters

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões