Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 16 de junho de 2021
Busca
Brasil

Radiação nociva pode ser amenizada no dia a dia

6 Jan 2010 - 17h14Por ABN News

Estudos científicos apontam que regiões próximas a torres de transmissão de energia e de telefonia são carregadas de energia negativa devido às radiações eletromagnéticas, com efeitos nocivos que podem se alastrar por grandes áreas.

Da mesma forma, os estudos apontam que nos ambientes onde estejam ligados muitos aparelhos elétricos ou eletroeletrônicos como escritórios, centros de processamento de dados e outros, as pessoas também sofrem com essas emanações negativas.

E, mesmo no dia a dia, estamos expostos a radiações eletromagnéticas negativas devido ao uso indiscriminado de celulares, fones de ouvido ou até de fornos de microondas.

Essas radiações, denominada "poluição invisível", segundo os mesmos estudos, podem provocar distúrbios como insônia, estresse e tontura, e até doenças como cataratas, glaucoma e mal de Parkinson, entre outros

A REM - radiação eletromagnéticas é estudada há vários anos por cientistas de diversos países, como na Suíça, Alemanha, França, Rússia, Espanha e Polônia e o mais importante pesquisador brasileiro da área, o comendador Jose Barbosa, diretor-presidente do CEPRAN (Centro de Estudos e Pesquisas de Radiações Nocivas, há mais de 50 anos se dedica a desvendar e esclarecer as causas e efeitos dessas emanações negativas e é reconhecido pelos cientistas internacionais, pelos seus trabalhos e pesquisas na área.

Ele desenvolveu técnicas pelas quais podem proteger desde grandes áreas como industrias, empresas e fazendas e também modos simples através dos quais podemos nos prevenir e proteger das REM sem abrir mão do conforto e facilidades que os avanços da tecnologia proporcionam nos dias atuais.

Há métodos específicos para detecção dessas áreas, mas a princípio, hastes metálicas que podem ser improvisadas com objetos caseiros, como por exemplo, arame de cabide, pode ser usado para detectar os pontos negativos de um ambiente.

Com mais de 80 anos de idade, José Barbosa ensinou todas as técnicas a Luzia Inoue, presidente da Reviver, entidade sem fins lucrativos voltados à saúde humana e ambiental.

Ela sugere, como antídoto dessas radiações, a simples mudança na disposição dos móveis no ambiente, até recorrer ao sal grosso, da seguinte forma: empilhar três copinhos pequenos (de café) de plástico, cada qual com uma colher de café rasa de sal grosso; deixar os copinhos nas áreas de maior radiação; substituir os copinhos regularmente.

Luzia Inoue dá ainda as seguintes dicas para se proteger das radiações eletromagnéticas

Evite usar por tempo prolongado o telefone celular. Sempre que possível use-o com fones de ouvido.

Procure levar o celular longe do corpo e, principalmente, o mais distante possível da cabeça.

Menores de 14 anos e pessoas que usam marca-passo ou aparelhos de audição, devem usar com moderação.

Ao operar formo de microondas não fique nas proximidades, pois pode haver fuga de radiação acima do limite estabelecido pelos fabricantes. A radiação emanada do forno de microondas atinge principalmente o fígado.

Nos monitores de computadores, dê preferência para os que têm o selo Low Emission do EPA, e procure manter-se sempre à distância de pelo menos 90 cm da tela. Para TV, a distância é proporcional ao tamanho do tubo.

Não permaneça ou trabalhe próximo da parte de trás de monitores e TVs. A radiação eletromagnética nesse local é mais elevada do que na parte Frontal.

Não trabalhe nem tampouco more a uma distância inferior a 150 m das linhas de transmissão de alta tensão ou subestações da rede elétrica. Estudos comprovam que as radiações emanadas pelos campos eletromagnéticos de baixa freqüência (ELF) desses locais são indutoras de câncer e leucemia (principalmente para crianças).

Não durma com rádio-relógio e outros aparelhos eletrônicos muito próximos da cabeceira de sua cama.

Use com moderação secadores de cabelo, escovas de dente e barbeadores elétricos.

Assim como o Dr. Marcondes Barbosa, Luzia Inoue se especializou no estudo da radiestesia, que trata das radiações oriundas da terra, da natureza.

"Morar em um local onde a natureza foi modificada pela ação do homem, como nas proximidades de um córrego canalizado ou desviado pode ser muito nocivo à saúde e bem estar dos moradores", alertou Luzia, salientando que há muitas áreas onde, naturalmente, há radiações indesejáveis, sendo, portanto inadequadas para plantações e criação de animais. "Mas, para todas essas radiações, há soluções", finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado
ANTECIPAÇÃO
Governo antecipa pagamento de parcelas do auxílio emergencial
918d8b7fa56ee0a828ae4ad908fedeb3 ATENTADO AO PUDOR
Casal é flagrado fazendo sexo em plena praça pública no dia dos Namorados
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem morre após desviar de buraco e cair com carro em córrego
+ AUMENTO
Gás de cozinha fica mais caro a partir desta segunda feira, 14