Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 22 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Radiação em água reduz em Tóquio, mas cresce em outras regiões

24 Mar 2011 - 13h55Por Folha de SP

A radioatividade na água de Tóquio registrou queda nesta quinta-feira, voltando a níveis seguros para consumo, inclusive por bebês. A radiação, contudo, foi detectada na água de outras regiões, como Chiba e Ibaraki.

As autoridades de Tóquio indicaram que, no início da manhã desta quinta-feira (noite de quarta em Brasília), a concentração de iodo radioativo na central de Kanamachi, que abastece as regiões central e oeste da capital, era de 79 becquerel por quilo, frente aos 210 becquerel por quilo registrados na véspera.

O limite considerado seguro para bebês é de 100 becquerel por quilo, enquanto para adultos sobe para 300 becquerel por quilo.

Criança segura garrafa de água em jardim de infância de Tóquio; radiação baixou na capital, mas subiu em outros lugares

No entanto, ainda assim segue a recomendação para que a água não seja dada a crianças com menos de um ano, já que ainda pode restar água com alto nível de radiação no encanamento. Há ainda a possibilidade de a radiação aumentar novamente.

Com o alerta, os japoneses correram em busca de água mineral --que já está em falta nos mercados.

O governo está distribuindo um pacote de seis litros de água para os pais de crianças com menos de dois anos, que deve durar por três dias. O governo pediu ainda às fábricas que aumentem a quantidade de garrafas disponibilizadas no mercado.

CONTAMINAÇÃO

No resto do país, iodo radioativo foi detectado em uma amostra de água recolhida na terça-feira na cidade de Kawaguchi, ao norte de Tóquio. O nível de iodo chega a 120 becquerel por quilo, acima do limite recomendado para bebês.

Ainda foi detectado material radioativo na água de outras províncias próximas à usina nuclear de Fukushima Daiichi, onde os operários lutam para controlar os seis reatores que ficaram seriamente danificados pelo terremoto e o posterior tsunami de 11 de março.

A cidade de Hitachi, em Ibaraki, disse ter detectado traços de uma quantidade de iodo radioativo muito acima do limite para bebês em uma amostra de sua usina de purificação.

Segundo as autoridades, a prefeitura detectou que o nível de iodo-131 subiu para 298 becquerels por quilo --quase fora do limite para adultos.

As autoridades de Chiba também recomendaram que os moradores não deem água de torneira para as crianças, já que detectou níveis de iodo de 220 becquerels por quilo em uma de suas usinas de tratamento e 180 becquerels em outro. As amostras foram coletadas na quarta-feira, nas usinas localizadas em Matsudo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GANGUE DO TIJOLO
Menores entre 13 e 17 anos formam bando e fazem 'arrastão'; veja vídeo
LUZ DO DIA
Empresário é executado com três tiros dentro de carro
SELFIE DA MORTE
Professora tenta tirar selfie e morre afogada ao cair no mar
tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19
A CASA CAIU
Mulher invade casa e flagra namorado fazendo sexo com outra; veja vídeo
LINHA DE FRENTE
'Ele lutou até o final', diz irmã de médico de 28 anos, após quase um mês morreu de Covid-19
SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro