Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 29 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Qualidade de carne de MS é referência para outros estados

22 Jul 2010 - 17h02Por Dourados News

O Estado do Mato Grosso do Sul virou referência em qualidade da carne, por meio de seu programa de Boas Práticas (BPA), desenvolvido pela Embrapa, outro três estados brasileiros aderiram e consolida com uma receita que favorece a carne tornando um produto mais saboroso, nutritivo e suculento.

A fórmula começou há cinco anos quando a Embrapa Gado de Corte lançou o programa, e se solidificou o BPA no primeiro semestre desse ano. O programa tem por objetivo fortalecer o setor produtivo, aumentando a rentabilidade, preservando o ambiente e garantindo, na ponta da cadeia, um alimento saudável, seguro e saboroso.

De acordo com o pesquisador e coordenador do programa, Ezequiel Rodrigues do Valle, os produtores tiveram que adaptar a propriedade para oferecer ao animal água limpa. “Gado gosta de alimento nutritivo, saboroso, água limpa e fresca, sombra para aliviar o calor. E responde com perda de peso aos maus tratos, principalmente no transporte inadequado”, enfatiza.

Quando foi lançado o BPA, poucos admitiam que o projeto fosse concretizado. A questão do custo
pesou para o pessimismo, aliada a fatos anteriores. Valle afirma que as fazendas mais tecnificadas que aderiram ao BPA “saíram na frente, quase com custo zero, mesmo antes da fase alcançada este ano, que é a consolidação do programa”.

Para a tutora do Portal Educação, médica veterinária, Danielle Pereira, o estado dá exemplos de uma pecuária que busca o bem-estar animal e produtos altamente nutritivos. “Mato Grosso do Sul tem
investido em bem-estar animal e qualidade de vida para a população, oferecendo um produto de alta qualidade”, concluiu Pereira.

Hoje, 300 propriedades nos Estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais e extremo Norte do País estão no programa. Em Mato Grosso do Sul, quatro fazendas já passaram por todas as fases. São a Maragogipe e Erechim em Itaquiraí; Primavera em Guia Lopes da Laguna e Souza Cuê, em Iguatemi.

Fases O treinamento aborda os pontos principais: gestão da propriedade, função social do imóvel rural, responsabilidade social, gestão ambiental, instalações rurais, manejo pré-abate e bons tratos ao rebanho, formação e manejo de pastagens, suplementação alimentar, identificação animal, controle sanitário e manejo reprodutivo. Com tais conhecimentos, reduzem-se riscos trabalhistas e ambientais, além de melhorar a qualidade da carne e do couro. Na fase final, a fazenda recebe um certificado da Embrapa Gado de Corte, que endossa o que interessa ao mercado, a qualidade da carne.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Covid-19: Brasil tem 142 mil óbitos e 4,74 milhões de casos acumulados
+ CONSUMO
Intenção de consumo das famílias volta a crescer após cinco quedas
Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio