Menu
SADER_FULL
segunda, 17 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Puccinelli garante saneamento para 60% do Mato Grosso do Sul

4 Jan 2010 - 09h15Por MS Notícias

No último dia de 2009, o governador André Puccinelli já antecipa as boas notícias do ano vindouro. Nesta quinta-feira (31), em reunião na superintendência da Caixa Econômica Federal, foi autorizada a liberação de R$ 37,5 milhoes para obras de saneamento no Estado.


Os recursos são financiados pela CEF e serão pagos pela Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), que irá executar as obras em Corumbá, Três Lagoas e Ponta Porã. Com os investimentos, Mato Grosso do Sul salta para 60% da população atendida com saneamento básico.


“Agora que conseguimos recuperar nossa capacidade de investimento, o saneamento básico de torna uma prioridade em nossa administração. Porque, mais que as obras, o saneamento é saúde e qualidade de vida para a população”, afirmou o governador.



O maior aporte de recursos será destinado a Corumbá, a principal cidade do Pantanal sul-mato-grossense, para acabar com a falta de água na parte alta da cidade. Ao todo, R$ 20,9 milhões serão aplicados na construção de uma nova estação de captação de água e duplicação da capacidade da adutora. Serão feitas ainda melhorias na estação de tratamento de água, construção de novo reservatório para 3,5 milhões de litros e mais quatro estações elevatórias.


“Esses recursos resolvem definitivamente uma antiga demanda da cidade de Corumbá, que muitos prometeram, mas que agora será realidade na vida das pessoas”, certificou Puccinelli. Em Mato Grosso do Sul, dois municípios – Porto Murtinho e Bonito – serão os primeiros a atingir 100% de saneamento no Estado.


“Em Corumbá, chegaremos a 90% de atendimento da população, em Três Lagoas serão 70%, e em Dourados e Ponta Porã, 60%. Ao final do próximo ano, vamos ampliar a rede de água e esgoto em cinco vezes. E os investimentos na área de abastecimento e tratamento de esgoto é medicina preventiva, pois reduz os custos com saúde”, comenta José Carlos Barbosa, diretor-presidente da Sanesul.



Obras



Uma das cidades com crescimento econômico e populacional mais destacado no Estado é Três Lagoas, que receberá R$ 12,8 milhões para aplicar na construção de um novo emissário final, que vai ligar a Estação de Tratamento de Esgoto com o Rio Paraná. Esta mesma estação terá a capacidade ampliada, bem como serão construídos 78 quilômetros de rede de esgoto, atingindo 4.000 domicílios.


E em Ponta Porã, o governo do Estado, por meio da Sanesul, irá resolver o problema de abastecimento de água na região norte do município. Serão R$ 3,5 milhões, para construção de dois reservatórios – um para 1 milhão de litros, e outro com capacidade de 150 mil litros –, estação elevatória, adutoras, e 20 quilômetros de rede de extensão.



A liberação de recursos contou com a presença do superintendente interino da CEF, Ubiratan Chaves, e da prefeita de Três Lagoas, Simone Tebet.

Leia Também

COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Jovem morre após ser atingido por avião agrícola pilotado pelo pai
TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 175 novos óbitos, totalizando 620.971
TRAGÉDIA
Deslizamento de terra destroi casarão histórico em Ouro Preto MG
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai, mãe e três filhas morrem em capotamento de caminhão
BIG BROTHER
Saiba quem foram os ex-BBBs que já morreram; 3 estiveram no BBB9
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem 87,4 mil casos e 133 mortes em 24 horas
HOMICIDIO EM SÉRIES
Bandido que comia olhos, orelhas e bebia sangue de vítimas é preso
COVID NO BRASIL
Brasil tem em 24 horas, mais 70.765 novos casos de covid-19