Menu
SADER_FULL
sábado, 19 de junho de 2021
Busca
Brasil

Puccinelli busca financiamento chinês para Mato Grosso do Sul

20 Out 2009 - 15h03Por Notícias.MS

Depois de amplo encontro na embaixada brasileira em Pequim com o embaixador Clodoaldo Hugueney Filho e equipe, o governador André Puccinelli reuniu-se hje (20), com a diretoria do The Export-Import Banco da China, para apresentar as oportunidades de investimento no Estado e avaliar as condições de financiamento chinês para a infraestrutura estadual.

 

 

O governador, juntamente com o presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos, e empresários do Estado, foi ouvido por mais de 40 minutos pela diretoria do banco, liderada pelo vice-presidente executivo, Liu Liange. Puccinelli entregou relatórios ilustrados, CD e DVDs em língua inglesa e chinesa destacando as potencialidades econômicas de Mato Grosso do Sul, especialmente no que tange à industrialização da produção agropecuária, exploração das reservas minerais e melhoria da infraestrutura logística.

 

 

Liange agradeceu a visita. Destacou a importância deste primeiro contato com o banco e destacou um de seus dois gerentes para a América do Sul para conduzir os próximos entendimentos e analisar os projetos do governo de Mato Grosso do Sul, assim como da iniciativa privada. O The Export-Import Banco da China está abrindo uma filial no Brasil e os diretores acharam importante este relacionamento com o governo do Estado iniciado pelo governador.

 

 

O material de divulgação de Mato Grosso do Sul foi avaliado positivamente porque serve para informar os executivos chineses sobre a realidade de um Estado que pode incorporar até 10 milhões de hectares ao processo produtivo, tem vastas reservas minerais, um grande potencial hidrelétrico e inúmeras outras oportunidades de negócios.

 

 

Na hora certa

 

A visita da comitiva de Mato Grosso do Sul à China ocorre na hora certa, disse o embaixador brasileiro em Pequim, Clodoaldo Hugueney Filho, garantindo que as relações entre a China e o Brasil entram em um processo de estreitamento, tanto na esfera política, como na área comercial.

 

 

Hoje a China é o principal parceiro comercial do Brasil, tendo superado os Estados Unidos no primeiro semestre deste ano, com negócios bilaterais de 17,2 bilhões de dólares. Depois da recente visita do presidente Lula ao país, uma comissão foi formada para definir um programa de negócios para os próximos cinco anos em todas as áreas de interesse dos dois países.

 

 

A Embaixada brasileira em Pequim está à frente dos entendimentos, com avanços significativos, como a liberação das exportações da carne de frango. A próxima luta que já está em curso é a abertura das exportações de carne brasileira para a China.

 

 

Apesar de ser um regime político de partido único, a China trabalha com a orientação de internacionalização de suas empresas, o que vem ao encontro do interesse de Mato Grosso do Sul de atrair investidores chineses. O embaixador diz que o país é próspero, tem dinheiro para investir e está aberto a novos negócios. Hugueney Filho, que tem familiares em Campo Grande e o título honorário de cidadão de Mato Grosso do Sul, demonstrou grande interesse em apoiar os esforços do governo Estado para desenvolver o Estado. Outros governadores estão fazendo o mesmo, o que o embaixador considera correto.

 

 

Apoio da da CCIBC

 

A agenda de contatos da comitiva de Mato Grosso do Sul na China está sendo coordenada pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China (CCIBC), entidade que desde 1986 patrocina eventos, missões e rodadas de negócios que aumentem e fortaleçam o aumento do comércio e dos investimentos entre os dois paises.

 

 

O governador disse que o objetivo da visita à China é divulgar as potencialidades que Mato Grosso do Sul oferece para quem deseja investimento produtivo rentável. “Hoje a economia é globalizada, e a China é o maior importador de Mato Grosso do Sul com 18% de tudo que vendemos para o exterior. Este é o País que mais cresce no mundo e nós temos que nos apresentar a eles”, garantiu.

 

 

A visita à China que começou na manhã desta terça-feira (a comitiva chegou às 17h de segunda-feira (19)), estende-se ao estado de Jiangxi, que assinará protocolo de Estado-irmão de Mato Grosso do Sul. Puccinelli visita  Shangai e Hefei, tendo agendada diversas reuniões com autoridades e empresários.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado