Menu
SADER_FULL
sábado, 16 de outubro de 2021
Busca
Brasil

PT pede redução de 102 segundos do programa de Alckmin

5 Set 2006 - 16h09
A coligação A Força do Povo (PT-PRB-PCdoB), do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição, entrou com pedido de perda de 102 segundos do tempo do candidato Geraldo Alckmin (PSDB) no horário eleitoral gratuito. O recurso alega que o programa tucano usou trucagem e montagem ao agregar à imagem do presidente Lula a imagem do ex-presidente nacional do PT José Genoíno, apontando-o como um dos 40 acusados no escândalo do mensalão.

O recurso foi usado no programa eleitoral do último dia 2 de setembro. A representação petista alega que houve intenção de ridicularizar o candidato Luiz Inácio Lula da Silva, além de fazer alegações inverídicas. Os 102 segundos são equivalentes ao dobro do usado na prática da irregularidade alegada.

Segundos os advogados, o programa do candidato Geraldo Alckmin afirmou que o candidato a deputado federal José Genoino foi denunciado como membro da quadrilha que desviou dinheiro público no governo Lula. Dizem que o discurso proferido pelo presidente Lula no lançamento do programa da reeleição teria sido modificado no seu contexto, vinculando o sentido da frase a pessoas escolhidas pela coligação de Geraldo Alckmin.

No discurso, o presidente Lula teria dito: "Prezo as amizades. Ninguém deixará de ser meu amigo porque cometeu um erro, porque ficou desempregado e muito menos deixará de ser meu amigo porque eu virei presidente da República". Os advogados afirmam na representação: "quando o presidente Lula disse que quem cometeu erro não deixaria de ser seu amigo, o fez de forma genérica. Não disse a que erro e a que amigos se refere".

A representação alega que o sentido da frase teria sido manipulado também em relação a José Dirceu, Sílvio Pereira, Luiz Gushiken e Delúbio Soares, aos quais, foram chamados de "a turma do Lula", com afirmações de queriam voltar ao Palácio do Planalto.

Na véspera, o TSE negou pedido de resposta solicitado por Genoino contra a coligação de Alckmin por sua aparição não autorizada no mesmo programa.

 

Terra

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Ame o Senhor, seu Deus
BRASIL VERDE
Governadores avançam na criação de consórcio em defesa do desenvolvimento sustentável
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
LIÇÕES DA BÍBLIA
Outras imagens
LIÇÕES DA BÍBLIA
Seu povo especial
REVOLTANTE
Vanessa, de 18 anos, é atropelada e morre após reagir a assédio
LIÇÕES DA BÍBLIA
O livro da aliança
PAVOROSO
Acumulador de lixo transforma rua de cidade modelo em paraíso das ratazanas
JOGOS MORTAIS
Escola envia carta aos pais alertando sobre a série 'round 6'
NAUFRÁGIO
Barco naufraga e duas pessoas desaparecem; buscas continuam nesta segunda (11)