Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 31 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
CIA DO BICHO
Brasil

PSDB organiza mega-encontro para André anunciar apoio a Serra

28 Mai 2010 - 05h17Por Conjuntura Online

O PSDB organiza um mega-encontro em Campo Grande para o governador André Puccinelli (PMDB) oficializar seu apoio à candidatura do tucano José Serra à Presidência da República.

A data e o local para o anúncio de apoio ao ex-governador de São Paulo estão sendo discutidos, mas, em princípio, a idéia é promover o ato público no dia 10 de junho na presença de Serra e demais lideranças políticas do PSDB, do PMDB, do DEM e demais partidos que devem compor aliança visando o governo de Mato Grosso do Sul.

Nesta quinta-feira, o presidente regional do PSDB, deputado estadual Reinaldo Azambuja, esteve em São Paulo conversando com Serra, conforme informou o líder da bancada tucana na Assembléia Legislativa, Professor Rinaldo.

Por meio de uma questão de ordem durante a sessão desta quinta-feira da Assembléia, o líder do PSDB alegou que seu companheiro de partido encontrava-se em São Paulo resolvendo assuntos particulares. No entanto, o Conjuntura Online apurou que Azambuja estava reunido com o presidenciável tucano, juntamente com o governador André Puccinelli.

Na parte da tarde, Azambuja se reuniu com a senadora Marisa Serrano para tratar da grande festa que o PSDB promoverá na Capital para receber a adesão do líder peemedebista à candidatura de Serra em Mato Grosso do Sul.

À imprensa, o governador tem prometido revelar seu candidato de preferência ao Palácio do Planalto até o final deste mês, o que não deve ocorrer devido a essa grande mobilização que está sendo organizada no ninho tucano.

Até o momento, o governador tem deixado dúvida em relação às eleições presidenciais, até porque ele aguardava um novo encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que nutre esperança em vê-lo no palanque da ex-ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Nem petistas e nem peemedebistas acreditam na hipótese de Dilma ter dois palanques em Mato Grosso do Sul devido à divergência histórica entre os dois grupos políticos. A ex-ministra já tem o apoio do ex-governador Zeca do PT, principal adversário de André Puccinelli na sucessão de outubro.

O namoro entre o peemedebista e a pré-candidata do PT à sucessão presidencial abriu crise na base aliada, uma vez que o Bloco Democrático Reformista (PSDB, DEM, PPS) ameaçou lançar candidatura própria ao governo estadual na eventualidade de André Puccinelli apoiar Dilma Rousseff.

Para o encontro que deverá ocorrer no próximo mês, a cúpula do PSDB pretende mobilizar na Capital parlamentares e lideranças políticas municipais de vários partidos cuja tendência é fazer parte do leque de aliança do governador André Puccinelli.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TENTATIVA DE ESTUPRO
Vídeo mostra empresário assediando jovem na entrevista de emprego
PANE EM AVIÃO
'Sobrevivemos só com a água chuva', diz cantor de MT que ficou 24 dias na mata
PANDEMIA AINDA NÃO ACABOU
Pandemia avança e MS registra 555 novos casos de Coronavírus em apenas 24h
INCÓGNITA
Governo ainda não definiu como será o 13º de quem teve corte salarial
ANTICORPOS
Bebê nasce com anticorpos contra covid-19
Vítima contou violência sexual para a tia ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Idoso é denunciado por estuprar filha de amigos e a enteada
FENÔMENO DA NATUREZA
Evento raro: Lua Azul poderá ser vista no Dia das Bruxas
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa deposita auxílio emergencial nesta 5ª feira para nascidos em novembro
FOI MAL
Bolsonaro recua e revoga decreto que facilita privatização dos postos do SUS
90% RECUPERADOS
Brasil tem 158,4 mil mortes por covid-19 desde início da pandemia