Menu
SADER_FULL
quinta, 24 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

PSDB e DEM se separarão em caso de eleição em Dourados

9 Nov 2010 - 12h33Por MS JÁ

"Irmãos ideológicos" no cenário nacional, PSDB e DEM não deverão ficar juntos caso haja eleições municipais em Dourados. A informação é do presidente regional do partido, Reinaldo Azambuja, que disse em entrevista ao site Campo Grande News da capital, que a legenda apresentará nomes próprios para comandar o município.

Além dos tucanos e dos democratas, outro partido que sempre anda junto com os dois e que compõe o BDR (Bloco Democrático Reformista) é o PPS, que até agora não se pronunciou sobre o assunto na cidade.

Independente disso, Murilo Zauith do DEM é nome comentado na cidade para concorrer ao cargo, uma vez que não conseguiu a eleição para o senado e não será mais vice-governador a partir de 1° de janeiro de 2011.

No ninho tucano, Azambuja não citou nomes, mas disse que em Dourados o partido tem dois candidatos para disputar a prefeitura e que o partido pode escolher um deles. A declaração do deputado foi dadada durante a abertura da Expoinel, no Pavilhão Albano Franco, em Campo Grande

MS JÁ

Na enquete do MS JÁ, Murilo está em segundo lugar na disputa, atrás de Elizio Brites. Com 10 nomes na lista, a opção "Nenhum deles" está na terceira posição e Marçal Filho não teve nenhum voto. Vote você também.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso
Na Pandemia, filas são imensas na CEF de Fátima do Sul-MS AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera hoje saques do auxílio emergencial para mais 3,6 milhões