Menu
SADER_FULL
domingo, 28 de novembro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
EDUCAÇÃO

Prova do Enem será aplicada neste sábado e no domingo

5 Dez 2009 - 07h39Por Folha Online

A prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) será aplicada neste fim de semana. O exame, que avalia o ensino médio e teve 4,1 milhões de inscritos, serve para o ingresso em instituições públicas e privadas.

No sábado (5), serão quatro horas e meia para responder a 90 questões, sendo 45 de ciências da natureza e 45 de humanas. No domingo, o estudante terá uma hora a mais de prova, porque, além das 45 questões de linguagens e das 45 de matemática, há também a redação.

Com apenas um voto contra, o plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu na quinta-feira (3) que o MEC (Ministério da Educação) não tem que marcar outra data, que não o sábado, para a aplicação da prova do Enem para ao menos 21 alunos de um colégio judaico de São Paulo.

O presidente do STF voltou a afirmar que a determinação de uma data especial em benefício de apenas um grupo religioso desrespeita o princípio de isonomia entre as religiões, como integrantes da igreja Adventista do Sétimo Dia.

Presos

O Enem também será aplicado em janeiro de 2010 nos presídios que inscreveram os detentos e que mantêm programas especiais de ensino médio, segundo portaria do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) publicada no "Diário Oficial da União" desta sexta.

A aplicação especial foi decidida dentro do sistema logístico de segurança do Enem. As questões serão diferentes das que fazem parte do exame regular, mas o nível de dificuldade da prova será idêntico. De acordo com o Inep, isso vai ser assegurado por meio do uso de uma metodologia utilizada em avaliações de habilidades e conhecimentos.

No dia 5 de janeiro, terça-feira, das 13h às 17h30, serão aplicadas as provas de ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias. No dia 6, quarta-feira, os presos farão as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias e também a redação. O horário do exame será das 13h às 18h30.

Fraude

O Enem deveria ter sido aplicado nos dias 3 e 4 de outubro passado, mas foi adiado após vazamento do conteúdo. Na quinta-feira (3), o ministro da Educação, Fernando Haddad, que todos os procedimentos e as recomendações feitas pela PF (Polícia Federal) para o esquema de segurança da prova foram "atendidos sem exceção".

Após a fraude, o Ministério da Educação rompeu o contrato com o consórcio Connasel, responsável pela aplicação do exame. Mas a empresa negou falhas na segurança. Cinco pessoas foram indiciadas pelo crime, entre eles estão Felipe Pradella, Felipe Ribeiro e Marcelo Sena --funcionários da Cetro, uma das três empresas que compõem o consórcio.

O MEC (Ministério da Educação) vai repassar mais de R$ 1,2 milhão ao Ministério da Defesa para garantir a segurança da prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), de acordo com publicação do "Diário Oficial da União" do dia 18 de novembro. Após o vazamento, a nova prova do Enem vai custar aos cofres públicos mais de R$ 133 milhões.

O valor de R$ 1.264.479,10 será destinado para as unidades de armazenamento da prova e escolta do comboio da avaliação até os locais do exame.

Leia Também

COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio
PÂNICO NO AEROPORTO
Vídeo mostra passageiros gritando e muito desespero em avião da Azul; veja
EMBOSCADA
Jovem morre após ser atingida por tiro na cabeça
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid -19 casos sobem para 22,043 milhões e mortes, para 613,3 mil
ESTUPRO DE VUNERALVEL
Menina de 11 anos conta para avô que é estuprada pelo padrasto
CRUELDADE
Justiça nega exame de insanidade a mulher que esquartejou filho
MANIACO SEXUAL
Homem é filmado passando a mão em mulher no meio da rua
+ AUMENTO
Conta de luz deve subir mais de 20% no ano que vem, estima ANEEL