Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 26 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Protestos ocorrem em quatro Estados da Bolívia

8 Set 2006 - 15h33

O “Paro Cívico”, que fechou a fronteira da Bolívia com o Brasil na manhã de hoje e deve reabrí-la somente amanhã, ocorre em quatro Estados do país – Tarija, Beni, Pando e Santa Cruz. Os bolivianos protestam contra o regulamento aprovado pelo MAS, partido do presidente Evo Morales, que alterou a decisão e consentiu que a Assembléia pudesse aprovar leis pela maioria simples e não por dois terços dos votos.

O presidente do Comité Pró-Santa Cruz, German Antelo, pediu aos cidadãos que assumam as medidas de maneira pacífica, fiquem em suas casas e que não promovam choques. Segundo Antelo, a paralisação busca respeito ao marco constitucional na Assembléia Constituinte. Sem embargo, os pequenos e médios produtores da agricultura cruceños, os trabalhadores independentes, transportadores, comerciantes e outros setores anunciaram que não acatariam o movimento porque os prejudica economicamente.

Na região de Corumbá (MS), os manifestantes bloquearam a entrada de veículos que começaram a formar filas do lado brasileiro. No local, estão o presidente do Comitê Cívico de Puerto Quijarro, Antonio Tudela, a presidente do Comitê Feminino de Arroyo Concpeción, Esperanza Padilha, e o presidente do Comitê Cívico de Puerto Suarez, Edil Gericke. O protesto é feito por moradores da fronteira contra o presidente boliviano Evo Morales.

Eles não concordam com a forma de governo que priva a liberdade dos cidadãos daquele país. De acordo com o presidente do Comitê Cívico de Puerto Quijarro, os moradores querem a promoção do desenvolvimento e crescimento econômico da Bolívia através das siderúrgicas que estarão extraindo minério das reservas de Mutún.

Ônibus que fazem o transporte internacional de passageiros, saindo da Bolívia com destino às cidade brasileiras, estão deixando os passageiros na ponte que liga os dois países e retornando ao terminal rodoviário. Veículos que estavam nas cidades bolivianas estão enfileirados na fronteira aguardando liberação dos manifestantes para retornarem ao Brasil, sendo que a entrada a pé no país é permitida e o comércio fechou as portas nesta sexta-feira.

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amem o estrangeiro
LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS