Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 26 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Prostituição infantil é denunciada no MPF em Dourados

19 Dez 2006 - 08h43
Prostituição infantil, uso e tráfico de drogas entre os habitantes da Reserva Indígena foi o tema de um encontro, na tarde de hoje, na sede do Ministério Público Federal em Dourados. A reunião envolveu o Procurador da República Charles Stevam da Motta Pessoa, o antropólogo Marcos Homero, membros do comando das Polícias Civil e Militar e representantes das aldeias Jaguapiru e Bororó.
A denúncia formal ao MPF foi feita pelos indígenas após matéria exibida ontem pela Rede Record no Domingo Espetacular, onde afirmaram que as aldeias de Dourados são porta de entrada para a prostituição indígena no Mato Grosso do Sul.
A segurança do MPF não autorizou imagens da reunião após o inicio dela, no entanto, o indígena Sebastião Fernandes, morador na aldeia Jaguapiru, conversou com a reportagem do Dourados News, e afirmou que a reunião é um pedido de segurança para as famílias. “Queremos impedir a entrada de drogas na aldeia, nós estamos pedindo mais segurança para as nossas famílias, para que as nossas indígenas não sejam prostituídas, nós já denunciamos isso várias vezes e hoje estamos reunidos aqui para que o Ministério Publico nos ajude a resolver esse problema”, afirmou Sebastião.
O capitão indígena Luciano Arévalo, da aldeia Bororó e Renato de Souza, da Jaguapiru, também pediram providências quanto aos problemas denunciados na reportagem.
 
 
Dourados News
 

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amem o estrangeiro
LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS