Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 27 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Projetos reforçam ação da indústria em MS

18 Fev 2011 - 15h49Por Assessoria

Meio ambiente e resgate da identidade dos municípios. Esses são os méritos dos projetos Fábrica Verde e Em Nome das Cidades, do Sesi, lançados pelo presidente da Fiems, Sérgio Longen, na noite de quarta-feira (16/02), durante cerimônia no auditório térreo do Edifício Casa da Indústria, para chamar a atenção das pessoas para o aumento do número de espécies da fauna pantaneira ameaçadas de extinção e contar as origens dos nomes das cidades de Mato Grosso do Sul.

“O Sistema Fiems tem um papel estratégico na área de responsabilidade social e educação, por meio das ações do Sesi, que também se estendem para a saúde e o lazer. O nosso grande desafio é fazer do Sesi um eficiente provedor de soluções sociais para os industriários e seus dependentes, além de um centro de conhecimento e cidadania”, declarou, reforçando que, por meio desses dois projetos lançados, a Fiems demonstra a força da indústria nos municípios do Estado.


Sérgio Longen informa que o projeto “Em Nome das Cidades” vai revelar, neste primeiro momento, as origens dos nomes dos municípios de Amambai, Aquidauana, Bataguassu, Campo Grande, Corumbá, Dourados, Eldorado, Iguatemi, Jardim, Maracaju, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paranaíba, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Sonora e Três Lagoas.

“O nosso objetivo é promover o resgate histórico e o conhecimento, trazendo à tona curiosidades importantes para que os habitantes de cada lugar possam compreender mais sobre si próprios e sobre Mato Grosso do Sul como um todo”, analisou, completando que as informações sobre a origem de cada nome foram levantadas durante pesquisas realizadas nos últimos seis meses e a divulgação será feita com a veiculação de curtas metragens com um minuto de duração cada, com emprego de técnica de animação sofisticada, que traz referências estéticas e sonoras de cada cidade.


Ele explica que os vídeos também serão veiculados nas emissoras de TV e nos cinemas, a partir desta quinta-feira (17/02), além de serem distribuídos para as escolas da rede Sesi de Educação e também para as das redes pública e privada de ensino, juntamente com 200 mil cartilhas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TURISMO 2021
Turismo 2021: O que esperar do Turismo Brasileiro no próximo ano?
SUA SAÚDE
Carnes de bichos selvagens podem transmitir parasitas, vírus e até matar
SEU BOLSO
Petrobras reajusta gasolina e diesel em 5% a partir desta quarta-feira
SONHOS INTERROMPIDOS
Pais perdem filho de 7 anos em tragédia na BR-376: "Passaram o dia montando a casa para receber ele"
AUXILIO POPULAÇÃO
Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas
UTI LOTADAS
13 crianças com covid estão em estado grave em Cuiabá
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe descobre estupro ao desconfiar que filha de 12 anos tinha ciúmes do padrasto
VIRUS A SOLTA
Caixão com corpo que tinha identificação de risco biológico por Covid é achado em estrada
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem fez vídeo antes de morrer em acidente no Paraná: 'Devagar, motora'
FATALIDADE
Padre cai de pedra em cachoeira e corpo é encontrado em poço