Menu
SADER_FULL
sábado, 28 de março de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Projeto prevê presença de estudante em comunidade pobre

2 Jul 2004 - 14h38
Os currículos dos cursos de nível superior poderão prever atividades obrigatórias de formação em projetos de extensão voltados para o desenvolvimento das comunidades carentes. É o que propõe o deputado João Fontes (sem partido-SE) no Projeto de Lei 3464/04, que está em análise na Comissão de Educação e Cultura.
O parlamentar explica que a intenção é assegurar que, na formação universitária, os estudantes passem pela "experiência indispensável de lidar com as questões mais importantes relativas à desigualdade social e à promoção de sua erradicação".

A proposta do deputado João Fontes está tramitando em conjunto com várias outras. Entre elas, o PL 5480/01, do deputado Osório Adriano (PFL-DF), que é considerada a principal e tem caráter conclusivo. Depois, a matéria será analisada ainda pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

 

Agência Câmara


Deixe seu Comentário

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - ATENÇÃO COMÉRCIO
Em novo Decreto, confira o que vai poder abrir e permanecer fechando nesta segunda em Fátima do Sul
CORONAVÍRUS NO BRASIL
Justiça suspende trecho decreto de Bolsonaro que livra igrejas de quarentena
CORONAVÍRUS NO BRASIL
Senado votará na segunda auxílio de R$ 600 para trabalhadores
TRABALHO VOLUNTÁRIO
Detentas começam confeccionar máscara de proteção para atender Jateí, Vicentina e Fátima do Sul
COVID-19 NO BRASIL
Brasil tem 92 mortes e 3.417 casos confirmados de novo coronavírus, diz Ministério da Saúde
PANDEMIA CORONAVIROS
São Paulo tem 68 mortos por coronavírus, média de uma a cada 2 horas e 20 minutos, e 1.223 casos
LINHA DE CRÉDITO
Governo lança pacote de R$ 40 bi para socorrer pequenas e médias empresas
AMOR AO PROXIMO
Xuxa vai doar R$ 1 milhão ao SUS para combate ao coronavírus
77 MORTOS
Casos de coronavírus no Brasil em 27 de março
REFORÇO
Câmara aprova projeto que prevê R$ 600 por mês ao trabalhador informal por conta do coronavírus